Home Portal Notícias Lula pelo Brasil Petistas afirmam que mandado de prisão contra Lula é arbitrário e pregam resistência

Petistas afirmam que mandado de prisão contra Lula é arbitrário e pregam resistência

5 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara dos Deputados afirmaram nesta sexta-feira (6) que o mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro, antes de esgotados os recursos da defesa do ex-presidente, é uma arbitrariedade. Presentes ao ato público em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – local onde Lula se encontra desde ontem (5) – os deputados petistas destacaram em pronunciamentos no carro de som que haverá resistência popular ao mandado de prisão contra o ex-presidente.

“Estão perseguindo o Lula da mesma forma como perseguiram o Getúlio Vargas, levando-o ao suicídio, o Jango (João Goulart), que sofreu o golpe, e a Dilma, que foi retirada do poder injustamente mesmo conquistando a presidência com 54 milhões de votos. Hoje a luta não é somente pela liberdade do Lula, mas pela democracia, pelos direitos do povo brasileiro e pela soberania do Brasil”, disse Henrique Fontana (PT-RS).

Já o deputado Zeca Dirceu (PT-PR) destacou que está ao lado de Lula em São Bernardo do Campo para “denunciar a condenação sem provas e o absurdo pedido de prisão contra o ex-presidente”. Ele também lembrou que além da liberdade de Lula estão em jogo os direitos do povo brasileiro.

“O que está em jogo não é apenas a imagem de Lula e a possibilidade de prisão, o que está em jogo é um projeto político importante, como redução do desemprego, retomada do crescimento, distribuição de renda, a volta de investimentos na educação, na saúde, nos programas sociais, no apoio à agricultura, no que é importante para a vida das pessoas. E é por isso que estamos ao lado dele e nesse ato contra essa arbitrariedade”, ressaltou.

Ao lembrar a trajetória como torneiro mecânico e líder sindical, quando presidiu a Confederação Nacional dos Metalúrgicos, o deputado Marco Maia (PT-RS) disse que a perseguição contra Lula é motivada pelo preconceito da elite brasileira.

“Estou a quatro mandatos em Brasília e posso dizer que eles não engolem a eleição do primeiro operário para a presidência do Brasil, nem a eleição da primeira mulher para o cargo. Aliás, foi por isso que deram o golpe e fizeram a reforma trabalhista, a terceirização sem discriminação, o congelamento dos gastos públicos por 20 anos e ainda queriam fazer a Reforma da Previdência para retirar o direito à aposentadoria. Agora querem prender Lula, e tirá-lo da disputa à Presidência. As elites estão brincando com fogo. Vamos demonstrar a eles onde está a força desse Brasil”, desafiou.

Ainda sobre a perseguição a Lula, o deputado Vicentinho (PT-SP) observou que, se o STF descumpre a Constituição ao negar o direito de defesa a Lula, e também a todos os brasileiros, autoriza o povo a desrespeitar decisões injustas tomadas pela Corte.

“Esse Supremo Tribunal Federal, que deveria cumprir a Constituição, é o primeiro a feri-la. Portanto, se o Estado é opressor os oprimidos têm o direito à desobediência civil. Lula Livre sempre! ”, finalizou.

Héber Carvalho

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Depoimento de Lula na Justiça Federal comprova perseguição, avaliam petista

Parlamentares da Bancada do PT se revezaram na tribuna da Câmara, na tarde desta quarta-fe…