Home Portal Notícias Lula pelo Brasil “Lula é perseguido político, por isso vamos resistir”, diz Bohn Gass

“Lula é perseguido político, por isso vamos resistir”, diz Bohn Gass

6 min read
0

“Lula é um perseguido político, por isso vamos ficar aqui, vamos resistir”, afirmou o deputado Bohn Gass (PT-RS), em discurso no ato de solidariedade a Lula e em defesa da democracia, em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). O deputado reforçou que milhares de pessoas estão nas ruas para dizer que querem Lula livre, “que os sonhos de Marielle Franco não serão assassinados e que os sonhos de Lula não serão encarcerados”.  

Bohn Gass afirmou ainda que a elite brasileira não quer democracia e nem quer Lula. “Por isso, rasgaram a Constituição, acusaram o ex-presidente sem crime e o condenaram sem prova”. Segundo o deputado, Lula é um perseguido político porque melhorou o salário do trabalhador, porque criou programas habitacionais, porque ampliou vagas nas universidades. “O povo sabe que Lula é a única liderança política que pode colocar o País no rumo do crescimento”, acrescentou.

Recado – O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) reforçou que o povo quer Lula livre e candidato. “Querem dar sequência ao golpe, querem prender Lula, querem tirá-lo da disputa presidencial porque querem continuar entregando o País, mas eles podem ter certeza de que unidos nós seremos vitoriosos. Vamos resistir”, enfatizou. Zarattini lembrou ainda que o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC já foi palco de resistência nos anos 80. “Naquela ocasião, o povo também não teve medo, resistiu pelos trabalhadores, pela democracia. Prenderam o Lula, a imprensa burguesa disse que ele estava acabado, mas a história mostrou que valeu a luta. Lula presidiu o Brasil por duas vezes, e avançamos muito”.

Zarattini ainda mandou um recado para a elite e para os integrantes do Movimento Brasil Livre (MBL). “Vocês vestem a camisa da seleção brasileira, vocês vestem verde e amarelo, mas estão entregando o Brasil. Por isso, vocês não têm o direito de usar o verde-amarelo. Vocês são entreguistas, não querem Lula porque querem entregar o nosso petróleo, querem entregar a Amazônia, querem entregar o nosso minério. O verde-amarelo é do povo brasileiro, do povo que defende o Brasil, por isso vamos permanecer unidos e firmes. Vamos resistir”.

Esperança – O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) classificou a manifestação em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos do ABC como “um ato histórico para o povo brasileiro”. “A partir do que acontece aqui, nasce a grande esperança para unificar o País com um programa novo para retomar o desenvolvimento social e econômico”, disse. Lembrou ainda que o golpe é o grande responsável por colocar milhões de jovens e adultos trabalhadores fora do mundo do trabalho.

“O Brasil precisa urgente de uma eleição livre. O que eles estão fazendo com Lula é usar um braço do Judiciário para impedir que o povo eleja novamente o ex-presidente para governar esse País e fazer reformas mais profundas para o povo brasileiro. Não suportamos mais essa concentração de renda. Um País que não cobra tributos da classe rica, mas cobra dos trabalhadores. Esse é um ato importante, porque não está em jogo apenas a defesa do presidente Lula, mas de tudo aquilo que ele representa para o povo brasileiro”, explicou Reginaldo Lopes.

 

PT na Câmara

Fotos: Benildes Rodriguês

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Lula recebe visita de Nobel da Paz indiano nesta quinta (24)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe nesta quinta-feira (24) a visita de Kaila…