Home Portal Notícias Lula pelo Brasil Reforma agrária em Quedas do Iguaçu (PR) só avançou com Lula

Reforma agrária em Quedas do Iguaçu (PR) só avançou com Lula

8 min read
0

A luta pela reforma agrária no oeste do Paraná tem sido intensa nas últimas décadas, mas avançou muito, especialmente com a ajuda dos governos petistas e a expansão do crédito para pequenos agricultores.

Uma das principais conquistas na região é o assentamento Celso Furtado, entre os municípios de Rio Bonito do Iguaçu e Quedas do Iguaçu, que recebe a visita do ex-presidente Lula nesta terça (27).

A área na qual está hoje o assentamento estava sob controle da madeira Araupel quando, em 10 de maio de 1999, foi ocupada por quase 2.000 pessoas do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST).

Em 2003, o movimento precisou se radicalizar e ocupou o silo da empresa, ação mais conhecida que acabou obrigando a empresa negociar e colocar as terras a disposição da reforma agrária.

Oficialmente, o assentamento foi criado em 2004 pelo então presidente Lula, mas as terras da Araupel permanecem em disputa judicial. O Incra acionou a justiça pois a empresa solicitou indenização pelo território, porém, haviam suspeitas de que as terras fossem griladas e na verdade pertenciam à União.

“Aqui ocorreram grandes investimentos na questão da habitação, houve o pessoal saindo da lona preta para suas casas, teve um programa do Incra que possibilitou essa saída do barraco de lona preta para a casa de alvenaria. Teve o programa Luz Para Todos, o povo saiu da lamparina para a luz elétrica”, conta Claudelei Torrente de Lima, conhecido como Cachorro.

Com 39 anos de idade, Claudelei participa da luta por terra na região desde os a década de 1990 e foi o vereador eleito com mais votos na cidade em 2016. Ele chegou a assumir o cargo na penitenciária, onde estava detido por conta da disputa com a Araupel, acusado injustamente de ter praticado atos violentos”.

Segundo o vereador, programas de crédito como o Pronaf possibilitaram “o aquecimento do comércio com a compra de resfriadores de leite, investimentos nas propriedades. Foi muito importante na época desse governo a criação e consolidação desse assentamento, dando aos assentados a condição de ficar no lote, produzir nesse lote conquistado”.

Hoje o carro chefe da produção no assentamento Celso Furtado é a produção de leite. Dados do Incra de 2016 apontavam que o assentamento produzia em torno de 4,3 milhões de litros de leite ao mês. “Isso ajuda a aquecer a economia de quedas do Iguaçu”, destaca Claudelei.

Segundo dados do Departamento de Economia Rural do governo do Paraná, 50% das propriedades de Quedas do Iguaçu são da reforma agrária. Como a agricultura movimenta cerca de 300 milhões de reais no município, pode-se concluir que metade desse valor se deve aos pequenos agricultores. “Você percebe o volume de dinheiro que o próprio assentamento, a agricultura familiar movimenta no município”, ressalta o vereador.

“Não foi só o assentado que ganhou, mas a sociedade de maneira geral e o comércio em si. Esse crédito para as pessoas se instalarem é muito importante. No nosso caso, ficamos sete anos acampados”, relembra Claudelei.

“Quando se é assentado, tem 12 hectares de terra para trabalhar, mas não tem absolutamente nada. Os créditos que vieram para subsidiar esses agricultores foram importantes porque alavancou. Hoje temos assentados que produzem leite, que conseguiram através do Pronaf. Tem assentados que produzem grãos, tudo graças a esse recurso inicial nesse processo”.

Claudelei relata que o povo assentado está muito animado com a visita de Lula. “O Lula representa não só para os movimentos sociais, mas o trabalhador do dia-a-dia. É uma pessoa que, conversando com os mais humildes, não tem pra quem votar se não for para o Lula, porque ele que olhou para as pessoas mais carentes”.

Lula pelo Brasil – A viagem do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aos estados do Sul do país, em março, é a quarta etapa de um projeto que deve alcançar todas as regiões do país nos meses seguintes. No segundo semestre de 2017, Lula percorreu todos os estados do Nordeste, o norte de Minas Gerais, o Espírito Santo e o Rio de Janeiro.

O projeto Lula Pelo Brasil é uma iniciativa do PT com o objetivo de perscrutar a realidade brasileira, no contexto das grandes transformações pelas quais o país passou nos governos do PT e o deliberado desmonte dos programas e políticas públicas de desenvolvimento e inclusão social, que vem sendo operado pelo governo golpista.

Kamilla Ferreira/Agência PT

Foto: Divulgação/Internet

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Previdência: Bolsonaro tentará brecha para reincluir Capitalização na reforma

Jair Bolsonaro (PSL) não desistiu da Capitalização na reforma da Previdência. O governo te…