Home Portal Notícias Lula pelo Brasil Lula, Mujica, Dilma e Rafael Correa defendem unidade latino-americana

Lula, Mujica, Dilma e Rafael Correa defendem unidade latino-americana

5 min read
0

A caravana Lula pelo Brasil começou na manhã desta segunda-feira (19) em Bagé, no Rio Grande do Sul. O presidente Lula chegou ao município acompanhado da presidenta legítima Dilma Rousseff e de vários deputados federais e lideranças do PT. À tarde, a caravana seguiu viagem até Santana do Livramento, cidade brasileira que faz divisa com Rivera, no Uruguai. Foi na fronteira dos dois países que Lula e Mujica – ex-presidente uruguaio se encontraram.

No evento realizado na Praça Internacional, além de Lula e Mujica, participaram do debate o ex-presidente do Equador Rafael Correa e Dilma Rousseff. Tarso Genro e Olívio Dutra – que foram governadores do Rio Grande do Sul e também ministros de Lula – dividiram o palco com os ex-chefes de Estado.

O debate girou em torno de propostas e alternativas para o desenvolvimento na América do Sul. Mas Lula logo falou sobre a perseguição que ele próprio e dirigentes do PT sofrem no Brasil: “O meu problema pessoal é muito pequeno frente aos problemas que os brasileiros estão enfrentando”. Ele se referiu ao desmonte do Estado brasileiro, o fim das políticas públicas e dos programas sociais criados por ele e Dilma, e a entrega do patrimônio brasileiro ao capital privado. Essas ações dos golpistas geram desemprego e o aumento da violência no País.

Lula ainda defendeu a necessidade de se retomar a unidade e a integração latino-americana, abandonada pelos governos neoliberais que comandam alguns países do continente, entre eles Brasil e Argentina. “Precisamos pensar em como reconstruir a unidade e a integração da América latina”, disse ao lado de Dilma, Pepe Mujica e Rafael Correa.

Divididos – Durante a fala de Mujica acabou a energia elétrica no local do evento. Mas logo depois o ex-presidente uruguaio denunciou o que chamou de uma “mudança muito forte na América Latina nos últimos anos”: a ascensão da preocupação econômica ao invés da social. Para o líder uruguaio, a esquerda precisa se unir. “Não somos nada se não nos juntarmos na América Latina. Eles nos querem pulverizados e divididos. Nós precisamos entender nossas diferenças e termos políticas comuns”, recomendou.

O ex-presidente do Equador, por sua vez, saiu em defesa de Lula. “A injustiça que se comete contra um homem, se comete contra toda a humanidade. O que estão fazendo com Lula é gravíssimo”, atacou Rafael Correa.

A presidenta Dilma também foi enfática ao criticar os desmandos dos golpistas: “Queremos lavar a alma do povo brasileiro. Precisamos lutar pela felicidade das pessoas”, discursou.

Santa Maria – A caravana Lula pelo Sul tem continuidade nesta terça-feira (20). A cidade que receberá a visita da caravana é Santa Maria. No município, Lula terá reunião às 14h com reitores e diretores de Institutos e universidades federais na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). E às 17h participa de ato da Reforma Urbana na Nova Santa Marta.

Carlos Leite

Foto: Rogério Tomaz Jr.

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Deputados criticam revisão de formulário autodeclatório para agricultor familiar

Deputados e representantes do setor questionam o excesso de informações exigidas e critica…