Home Portal Notícias Projeto de Luizianne Lins contra a misoginia na web é aprovado no Congresso

Projeto de Luizianne Lins contra a misoginia na web é aprovado no Congresso

3 min read
0

Agora é lei. Na semana do 8 de março – Dia Internacional de Luta das Mulheres, a Lei Lola (PL 4614/2016), de autoria da deputada federal Luizianne Lins (PT-CE), foi aprovada nesta quarta-feira (7/3) no Senado. O PL propõe alteração na Lei nº 10.446, de 8 de maio de 2002, atribuindo à Polícia Federal a competência para investigar crimes praticados na Internet que difundam conteúdo discriminatório ou propaguem ódio às mulheres. A matéria agora segue para a sanção presidencial.

Para propor a Lei Lola, Luizianne se inspirou no caso da professora universitária e blogueira feminista Lola Aronovich, alvo de uma campanha cibernética difamatória e perseguição física sem que os criminosos tenham sido descobertos. “Os números de mulheres que sofrem ataques dessa natureza são assustadores. Somente entre 2015 e 2017, foram contabilizados 127 suicídios por crimes na Internet contra a honra. A aprovação desse PL é um importante marco nesse 8 de Março, uma conquista de todas as mulheres”, comentou Luizianne.

 

A votação de hoje (7) foi resultado de um acordo entre as lideranças para marcar a semana do 8 de Março. Na Câmara, o PL foi aprovado em 2016, durante a semana que marcou os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, em dezembro.

Luizianne é Relatora da Comissão Permanente Mista de Combate à Violência contra a Mulher (CMCVM) pelo segundo biênio consecutivo. A CMCVM tem o objetivo de investigar a situação da violência contra a mulher no Brasil; apurar denúncias de omissão pelo poder público; avaliar a aplicação de instrumentos instituídos em lei para proteger as mulheres em situação de violência e propor projetos de lei.

Assessoria Parlamentar

Foto: Gustavo Bezerra/PTnaCâmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bulletin 217 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy

Bulletin 217 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy Curitiba, Paraná,…