Home Portal Notícias Manchetes Luizianne Lins: “Resistir é preciso e é o que temos feito”

Luizianne Lins: “Resistir é preciso e é o que temos feito”

3 min read
0

O dia 8 de março, para a deputada Luizianne Lins (PT-CE), relatora da Comissão Mista de Combate à Violência contra a Mulher, “é o momento de dar visibilidade às nossas pautas, de fortalecer o combate à violência e de construir ações que sensibilizem corações e transformem mentes para que possamos alcançar uma nova cultura de respeito e equidade. Dizemos NÃO a qualquer forma de violência contra a mulher! Sim aos direitos humanos das mulheres, à justiça de gênero e à igualdade de direitos”.
Luizianne classifica como “tempos muito difíceis” os últimos anos aqui na Câmara. “A partir da absurda eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Casa, e mais recentemente com o golpe, temos presenciado o surgimento de pautas que trazem graves retrocessos para setores muito caros para nós, sobretudo para as mulheres”. Ela cita como exemplo, a “perversa Reforma Trabalhista”, em que as mulheres são as mais prejudicadas. “É desumano o texto dessa lei, que libera grávidas e lactantes para o trabalho em locais insalubres. Também, dentro do pacote de maldades do presidente ilegítimo, a Reforma da Previdência afeta mais as mulheres, mudando idade mínima e tempo de contribuição.
Diante desse contexto, Luizianne afirma que é resistir é preciso. “E é o que temos feito aqui dentro dessa Casa legislativa”. Entre vários projetos de lei de sua autoria, voltados para o direito da mulher ela destaca o projeto que combate a misoginia espalhada pela internet e que ficou conhecido como “PL Lola”, em alusão ao que aconteceu com a professora universitária e feminista Lola Aronovich, vítima de ataque cibernético que resultou em perseguição física e virtual, trazendo inúmeros prejuízos à sua vida profissional e pessoal.
O PL Lola já foi aprovado na Câmara e “certamente será vitorioso também no Senado”, acredita Luizianne. “Em breve, estaremos comemorando mais um importante marco legislativo de proteção às mulheres”.

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Atentado contra caravana é reação da elite que vê aproximar-se a vitória de Lula

“O que aconteceu ontem (27) é reflexo do que estamos sentindo em toda a caravana. O fascis…