Home Portal Notícias Manchetes PT na Câmara e no Senado propõe repasse de R$ 4 bilhões para tirar municípios da crise

PT na Câmara e no Senado propõe repasse de R$ 4 bilhões para tirar municípios da crise

4 min read
1

Emendas das bancadas do PT na Câmara e no Senado, assinadas pelos líderes Paulo Pimenta (RS) e Lindbergh Farias (RJ), à Medida Provisória 815/2017 propõe o repasse de R$ 4 bilhões do governo federal para ajudar a tirar os mais de 5 mil municípios brasileiros da crise fiscal. O governo Michel Temer, no entanto, propõe apenas R$ 2 bilhões, muito abaixo das demandas municipais, que no ano passado foram vítimas da política econômica de arrocho implementada por Temer.

O presidente da Associação Brasileira de Municípios, Eduardo Tadeu Pereira, alertou hoje (27) que a situação financeira dos 5570 municípios brasileiros beira o caos, em razão da drástica redução dos repasses dos recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no ano passado. Por isso, ele destacou a importância das emendas das duas bancadas do PT.

Pereira entende que o valor proposto pelo governo é abaixo do necessário até para fechar as contas de 2017, o que frustrou os prefeitos. Ele lembrou que os próprios ministérios da Fazenda e do Planejamento, na justificativa da MP, informaram que os municípios sofreram perdas de arrecadação superiores a R$ 4 bilhões no ano passado.

Segundo o presidente da ABM, com a crise aprofundada pela política ortodoxa do governo Temer, os munícipios foram levados ao pior dos mundos, já que têm despesas fixas e não podem cortar, como faz o governo federal. “Com a crise econômica e social, as demandas dos municípios só crescem, pois desempregados perdem planos de saúde e aumentam demandas pelos serviços de saúde do município, por exemplo”, disse. Ele lembrou que a pobreza aumentou no País com Temer e, assim aumenta também a procura por assistência social. “É um quadro preocupante”, alertou.

Segundo o líder Paulo Pimenta, considerando a ampliação da margem de crescimento das despesas para 2018, existe um espaço fiscal para seu incremento neste ano, em relação a 2017, da ordem de R$ 89 bilhões, bem superior aos R$ 38 bilhões que foi a margem de ampliação da execução orçamentária federal do ano passado em relação a 2016. Com isso, há condições para o governo atender o pleito dos municípios.

O líder da Bancada do PT na Câmara recebeu hoje o presidente da ABM, para tratar da MP 815. Eduardo Tadeu Pereira estava acompanhado do suplente de senador Donizeti Nogueira (PT-TO), especialista em questões municipalistas e assessor da Bancada do PT na Câmara.

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT denuncia no STF os vetos de Bolsonaro ao uso de máscaras

Legenda entrou com ação na Suprema Corte questionando decisão do presidente da República d…