Home Portal Notícias Manchetes Pesquisas revelam a força do ex-presidente Lula

Pesquisas revelam a força do ex-presidente Lula

6 min read
0

Duas pesquisas de opinião divulgadas nesta sexta-feira (15), – DataPoder360 e CUT/Vox Populi – mostram a força do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Se as eleições para presidente fossem hoje, Lula seria o vencedor no 1º e no 2º turno, revela o DataPoder360.  E para 56% dos brasileiros, segundo a CUT-Vox Populi, Lula tem o direito de se candidatar na próxima eleição.

A pesquisa DataPoder360, realizada de 8 a 11 de dezembro, chama a atenção para o desempenho quase idêntico no 2º turno de Geraldo Alckmin (PSDB) e Jair Bolsonaro (PSC). O tucano perderia para Lula por 41% a 28%. Já o capitão do Exército na reserva seria derrotado pelo petista por 41% a 30%.

Julgamento nas urnas – Apesar dos esforços da mídia golpista que veem antecipando a condenação de Lula em centenas de manchetes, a pesquisa CUT-Vox Populi apurou que 48% dos entrevistados afirmaram que quem deve julgar o ex-presidente é o povo brasileiro, nas urnas, e não Moro ou outros juízes. Outros 42% discordam – acham que Lula deve ser julgado pelos juízes e 10% não sabem ou não responderam.

Segundo o levantamento CUT/Vox Populi, o fato de o juiz Sergio Moro, do Ministério Público do Paraná e da Polícia Federal terem investigado Lula durante quase três anos sem encontrar malas de dinheiro, contas no exterior, nem sequer gastos extraordinários nos cartões de crédito é percebido pela maioria dos entrevistados. Para 40% dos brasileiros, Moro não provou sequer que o triplex do Guarujá pertence ao Lula. Outros 33% acham que ele provou e 27% não sabem ou não responderam.

Preferência – O DataPoder360 nas simulações de 1º turno, consideram três cenários. Em dois deles foram colocados apenas os pré-candidatos do pelotão da frente, os nomes mais competitivos – uma vez com Lula e outra sem o petista.

No cenário em que aparece contra os adversários mais tradicionais, Lula tem oscilado na faixa de 26% a 32% desde abril, quando o DataPoder360 foi lançado e começou a fazer pesquisas mensais. Agora em dezembro, Lula tem exatos 29,9%. Bolsonaro, 21,7%. Ao levar em conta a margem de erro, o petista pode variar 27,3% a 32,5%. Já o Bolsonaro teria de 19,1% a 24,3%.

Como se observa, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), aparece estável (com 7% a 8%) desde outubro, quando assumiu de maneira mais assertiva sua pré-candidatura ao Planalto.

A possível postulante da Rede Sustentabilidade, Marina Silva, de maneira silenciosa, atingiu 10% das intenções de voto. Ciro Gomes (PDT) tem 6%. Os 3 nomes estão tecnicamente empatados na margem de erro.

Sem Lula – Importante notar que, pelos dados do DataPoder360, uma eleição sem Lula, o percentual de “não voto” (indecisos, brancos, nulos e não sabe) dispara e vai a 46%. Se o petista está na lista, esse “não voto” cai para 26%.

Rejeição – A maior rejeição combinada com o menor percentual de voto cristalizado é de Alckmin. Só 8% dizem que votariam “com certeza” no tucano. E 62% declaram que não votariam no representante do PSDB “de jeito nenhum”.

Lula tem 29% de eleitores que dizem que poderiam votar nele com certeza e uma rejeição de 46%. Bolsonaro, 21% de intenção de voto real e 50% de rejeição.

O DataPoder360 entrevistou 2.210 pessoas em 177 cidades. A margem de erro é de 2,6 pontos percentuais, para mais ou para menos. E a pesquisa CUT-Vox Populi foi realizada entre os dias 9 e 12 de dezembro, entrevistou 2.000 pessoas.

PT na Câmara com informações dos  sites Poder 360  e CUT

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Guedes delira sobre retomada da economia e anuncia fim do auxílio no final do ano

Ministro da Economia varia o discurso conforme a plateia. Nesta segunda, garantiu a um púb…