Home Portal Notícias Outras notícias OMS elogia projeto de Ana Perugini de combate a doenças negligenciadas

OMS elogia projeto de Ana Perugini de combate a doenças negligenciadas

3 min read
0

Em mensagem encaminhada à deputada Ana Perugini (PT-SP), o médico e pesquisador Pedro Albajar Vinas, um dos responsáveis pelo Departamento de Controle de Doenças Tropicais Negligenciadas da Organização Mundial de Saúde (OMS), manifestou satisfação com a proposta apresentada pela parlamentar à Câmara dos Deputados, que prevê a criação da Semana de Conscientização sobre as Doenças Negligenciadas.

Protocolado no último dia 26 de outubro, o texto (PL 8.962/2017) estabelece 14 de abril, Dia Mundial de Combate à Doença de Chagas, como referência para a campanha nacional, que terá como objetivo esclarecer à população quais são, como se desenvolvem essas doenças e as formas de tratamento oferecidas pela rede pública de saúde.

Vinas lembrou que o Brasil assinou em 2015 os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, incluindo o compromisso de acabar, até 2030 com as epidemias de Aids, tuberculose, malária e doenças tropicais negligenciadas.

“Acreditamos que o processo de discussão e aprovação de uma lei federal, com todos os atores brasileiros implicados, começando pela população afetada, poderá ser um valiosíssimo instrumento para somar na consecução desse objetivo precioso para o futuro dos brasileiros e população mundial”, escreveu o pesquisador.

O médico destacou que o controle de doenças negligenciadas foi um dos temas mais abordados no 53° Congresso da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical (MedTrop), realizado no final de agosto, em Cuiabá, capital mato-grossense. Segundo ele instituições como Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz manifestaram disponibilidade para colaborar.

Assessoria Parlamentar

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Projeto susta ato do Executivo que reclassifica nível de toxicidade de agrotóxicos

O Projeto de Decreto Legislativo 616/19 pretende tornar sem efeito o ato do Ministério da …