Home Portal Notícias Manchetes Ricardo Zarattini, presente!

Ricardo Zarattini, presente!

13 min read
0

Ricardo Zarattini, pai do líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (PT-SP), faleceu neste domingo (15). O Partido dos Trabalhadores, suas lideranças e militantes lamentaram o falecimento, aos 82 anos, do petista e lutador histórico pela democracia e pelo povo brasileiro.

Ricardo nasceu em Campinas, foi presidente da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE) e participou ativamente da campanha “O Petróleo é Nosso”. Foi também militante do PCB, do PCBR e da ALN.

Engenheiro, filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Santista e atuou nas lutas e greves dos trabalhadores pela conquista do 13° salário. Lutou contra a ditadura militar e foi preso político por várias vezes.

Exilado após troca com o embaixador americano Elbrick, Ricardo Zarattini voltou ao Brasil e lutou pela democracia, sendo preso em 78 e anistiado em 79. Em 2004, exercer o mandato de deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores.

Veja algumas das manifestações dos petistas:

“Zarattini, presente!

O Partido dos Trabalhadores presta homenagem ao companheiro Ricardo Zarattini, militante histórico do socialismo e do antiimperialismo.

Sua vida foi um exemplo de coerência e dedicação às causas do povo brasileiro, pelas quais sofreu a clandestinidade, a prisão, a tortura e o exílio, sem perder jamais suas convicções.

Nossa solidariedade a seu filho, deputado Carlos Zarattini, líder do PT na Câmara dos Deputados, aos familiares e aos muitos companheiros de luta que ele deixa. Ricardo Zarattini estará sempre presente.

Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT”

“Ricardo Zarattini, um exemplo a ser seguido

Nós, deputados e as deputadas estaduais do PT de São Paulo, expressamos profundo pesar frente à triste notícia do falecimento do companheiro Ricardo Zarattini.

Mais que um militante da esquerda brasileira, presente na linha de frente dos combates históricos como “O Petróleo é Nosso” e contra a ditadura militar, Zara, como era conhecido pelas pessoas mais próximas, sempre atuou em defesa do povo e da justiça social, defendendo seus ideias de sociedade onde quer que estivesse e frente à qualquer situação, mesmo nas mais adversas.

O país, o PT e a esquerda brasileira perderam um grande homem, um excepcional lutador e um memorável revolucionário.

Que seu exemplo de luta e compromisso popular sirva de referência para muitos, em especial diante das adversidades políticas atuais que o Brasil enfrenta.

Alencar Santana Braga

Deputado Estadual – Líder do PT”

 

“Adeus ao Velho Zara

Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis.

Poucas vidas mereceram tão completamente este poema de Brecht, como a de Ricardo Zarattini, que faleceu hoje, em São Paulo, com 82 anos. Até o último momento de lucidez, discutia a situação do país, propunha iniciativas e ações a todos os que o visitavam no hospital.

Entendia profundamente a gravidade do momento do alto da experiência de quase 70 anos de militância pela soberania nacional, participou ativamente como dirigente estudantil da Campanha O Petróleo é Nosso, militou por um País mais justo e pela democracia. Preso pela ditadura militar foi banido e viveu em Cuba. De volta ao Brasil, se envolveu na luta pela reconquista da da democracia e pela anistia. Foi dirigente do Partido Comunista Brasileiro e do MR-8, na década de 80 filia-se ao PT.

Foi deputado federal durante o primeiro governo Lula. Deixa seus filhos, Carlos Alberto Zarattini, deputado federal pelo PT e Mônica Zarattini, fotógrafa, além de três netas e uma legião enorme de companheiros e companheiras que compartilharam de seus ensinamentos, de sua experiência e de sua eterna juventude para com energia lutar por um Brasil soberano e justo para a maioria do seu povo”.

Antonio Donato Madormo

Vereador de São Paulo”

“Velho Zara”, vivo, sempre.

Recebi com muita tristeza a notícia da morte do meu professor querido, Ricardo Zarattini. Não pude conter as lágrimas.

O respeitado Ricardo Zarattini, nasceu em 1935, em Campinas, e desde muito cedo já era um líder, foi presidente da UEE (União Estadual dos Estudantes) de São Paulo e ainda como secundarista participou da campanha, “O Petróleo é Nosso”, que resultou na criação da Petrobras.

Engenheiro, em 1962, trabalhando na Cosipa, filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Santista e atuou nas lutas e greves dos trabalhadores pela conquista do 13° salário. Como líder sindical atuou na organização dos trabalhadores canavieiros do Nordeste.

Preso político por várias vezes, nunca desistiu da busca pela democracia e não se acovardou nem mesmo diante do golpe militar. Foi exilado após troca com o embaixador americano Elbrick. Voltou ao Brasil e lutou pela democracia, foi preso em 78, e anistiado em 79.

No início de 2004, passou a exercer o mandato de deputado federal e até seus últimos instantes de vida, lutava por um Brasil socialmente justo e soberano, inspirado no socialismo.

O “Velho Zara” era uma inspiração, e sempre me emocionava o carinho que ele tinha para com os jovens. É difícil imaginar que chegarei nas reuniões e não receberei mais a sua atenção e os seus afetos, seus estímulos. Uma ausência sem dimensão.

Mas quero, todos os dias, olhar para a sua história e ratificar meus compromissos com o socialismo, como ele, não quero me dobrar, nunca, aos atalhos e conveniências. Como ele, quero lutar sempre, mesmo quando à luta parecer impossível.

Por isso hoje quero gritar: Ricardo Zarattini vive, porque seus sonhos vivem.

Um grande abraço ao meu companheiro Carlos Zarattini, bem como a todos os familiares.

Thainara

Vereadora de Araraquara”

“É com muita tristeza e pesar que recebo a notícia do falecimento de Ricardo Zarattini, o Velho Zara, grande liderança política deste país, exemplo de brasileiro e que lutou pelo fortalecimento da nossa democracia e contra as injustiças sociais. Na Câmara Federal, fez um grande trabalho e se destacou pela defesa da soberania nacional.

Me solidarizo com todos os familiares e amigos do Velho Zara, em especial com o seu filho, Carlos Zarattini, meu amigo e líder do PT na Câmara. Que o legado de Ricardo Zarattini sirva de inspiração para as novas gerações do partido.

Marcio Macedo, vice-presidente nacional do PT”

“A União Estadual dos Estudantes de São Paulo expressa neste momento todo o pesar pela perda do valoroso companheiro Ricardo Zarattini.

Zarattini será para sempre lembrado como um histórico combatente em prol das causas populares e democráticas do nosso país.

Dentre os diversos postos de destaque que ocupou figura a presidência de nossa entidade.

Assim, seu legado e trajetória ficam marcados na UEE-SP e servirão de grande inspiração à nossa entidade, que expressa aqui toda a solidariedade à família e amigos do velho Zara.

Que a sua memória siga viva inspirando a luta, hoje tão dura, em prol de um Brasil mais justo e fraterno!

Comandante Ricardo Zarattini, presente!

União Estadual dos Estudantes de São Paulo”

 

Da Redação da Agência PT de Notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro vai diminuir lista de doenças que dão direito a benefícios no INSS, denuncia Frei Anastácio

O deputado federal Frei Anastácio (PT-PB) denuncia que Bolsonaro prepara mais um ataque co…