Home Portal Notícias Manchetes Ricardo Zarattini, presente!

Ricardo Zarattini, presente!

13 min read
0

Ricardo Zarattini, pai do líder do PT na Câmara, Carlos Zarattini (PT-SP), faleceu neste domingo (15). O Partido dos Trabalhadores, suas lideranças e militantes lamentaram o falecimento, aos 82 anos, do petista e lutador histórico pela democracia e pelo povo brasileiro.

Ricardo nasceu em Campinas, foi presidente da União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE) e participou ativamente da campanha “O Petróleo é Nosso”. Foi também militante do PCB, do PCBR e da ALN.

Engenheiro, filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Santista e atuou nas lutas e greves dos trabalhadores pela conquista do 13° salário. Lutou contra a ditadura militar e foi preso político por várias vezes.

Exilado após troca com o embaixador americano Elbrick, Ricardo Zarattini voltou ao Brasil e lutou pela democracia, sendo preso em 78 e anistiado em 79. Em 2004, exercer o mandato de deputado federal pelo Partido dos Trabalhadores.

Veja algumas das manifestações dos petistas:

“Zarattini, presente!

O Partido dos Trabalhadores presta homenagem ao companheiro Ricardo Zarattini, militante histórico do socialismo e do antiimperialismo.

Sua vida foi um exemplo de coerência e dedicação às causas do povo brasileiro, pelas quais sofreu a clandestinidade, a prisão, a tortura e o exílio, sem perder jamais suas convicções.

Nossa solidariedade a seu filho, deputado Carlos Zarattini, líder do PT na Câmara dos Deputados, aos familiares e aos muitos companheiros de luta que ele deixa. Ricardo Zarattini estará sempre presente.

Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT”

“Ricardo Zarattini, um exemplo a ser seguido

Nós, deputados e as deputadas estaduais do PT de São Paulo, expressamos profundo pesar frente à triste notícia do falecimento do companheiro Ricardo Zarattini.

Mais que um militante da esquerda brasileira, presente na linha de frente dos combates históricos como “O Petróleo é Nosso” e contra a ditadura militar, Zara, como era conhecido pelas pessoas mais próximas, sempre atuou em defesa do povo e da justiça social, defendendo seus ideias de sociedade onde quer que estivesse e frente à qualquer situação, mesmo nas mais adversas.

O país, o PT e a esquerda brasileira perderam um grande homem, um excepcional lutador e um memorável revolucionário.

Que seu exemplo de luta e compromisso popular sirva de referência para muitos, em especial diante das adversidades políticas atuais que o Brasil enfrenta.

Alencar Santana Braga

Deputado Estadual – Líder do PT”

 

“Adeus ao Velho Zara

Há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis.

Poucas vidas mereceram tão completamente este poema de Brecht, como a de Ricardo Zarattini, que faleceu hoje, em São Paulo, com 82 anos. Até o último momento de lucidez, discutia a situação do país, propunha iniciativas e ações a todos os que o visitavam no hospital.

Entendia profundamente a gravidade do momento do alto da experiência de quase 70 anos de militância pela soberania nacional, participou ativamente como dirigente estudantil da Campanha O Petróleo é Nosso, militou por um País mais justo e pela democracia. Preso pela ditadura militar foi banido e viveu em Cuba. De volta ao Brasil, se envolveu na luta pela reconquista da da democracia e pela anistia. Foi dirigente do Partido Comunista Brasileiro e do MR-8, na década de 80 filia-se ao PT.

Foi deputado federal durante o primeiro governo Lula. Deixa seus filhos, Carlos Alberto Zarattini, deputado federal pelo PT e Mônica Zarattini, fotógrafa, além de três netas e uma legião enorme de companheiros e companheiras que compartilharam de seus ensinamentos, de sua experiência e de sua eterna juventude para com energia lutar por um Brasil soberano e justo para a maioria do seu povo”.

Antonio Donato Madormo

Vereador de São Paulo”

“Velho Zara”, vivo, sempre.

Recebi com muita tristeza a notícia da morte do meu professor querido, Ricardo Zarattini. Não pude conter as lágrimas.

O respeitado Ricardo Zarattini, nasceu em 1935, em Campinas, e desde muito cedo já era um líder, foi presidente da UEE (União Estadual dos Estudantes) de São Paulo e ainda como secundarista participou da campanha, “O Petróleo é Nosso”, que resultou na criação da Petrobras.

Engenheiro, em 1962, trabalhando na Cosipa, filiou-se ao Sindicato dos Metalúrgicos da Baixada Santista e atuou nas lutas e greves dos trabalhadores pela conquista do 13° salário. Como líder sindical atuou na organização dos trabalhadores canavieiros do Nordeste.

Preso político por várias vezes, nunca desistiu da busca pela democracia e não se acovardou nem mesmo diante do golpe militar. Foi exilado após troca com o embaixador americano Elbrick. Voltou ao Brasil e lutou pela democracia, foi preso em 78, e anistiado em 79.

No início de 2004, passou a exercer o mandato de deputado federal e até seus últimos instantes de vida, lutava por um Brasil socialmente justo e soberano, inspirado no socialismo.

O “Velho Zara” era uma inspiração, e sempre me emocionava o carinho que ele tinha para com os jovens. É difícil imaginar que chegarei nas reuniões e não receberei mais a sua atenção e os seus afetos, seus estímulos. Uma ausência sem dimensão.

Mas quero, todos os dias, olhar para a sua história e ratificar meus compromissos com o socialismo, como ele, não quero me dobrar, nunca, aos atalhos e conveniências. Como ele, quero lutar sempre, mesmo quando à luta parecer impossível.

Por isso hoje quero gritar: Ricardo Zarattini vive, porque seus sonhos vivem.

Um grande abraço ao meu companheiro Carlos Zarattini, bem como a todos os familiares.

Thainara

Vereadora de Araraquara”

“É com muita tristeza e pesar que recebo a notícia do falecimento de Ricardo Zarattini, o Velho Zara, grande liderança política deste país, exemplo de brasileiro e que lutou pelo fortalecimento da nossa democracia e contra as injustiças sociais. Na Câmara Federal, fez um grande trabalho e se destacou pela defesa da soberania nacional.

Me solidarizo com todos os familiares e amigos do Velho Zara, em especial com o seu filho, Carlos Zarattini, meu amigo e líder do PT na Câmara. Que o legado de Ricardo Zarattini sirva de inspiração para as novas gerações do partido.

Marcio Macedo, vice-presidente nacional do PT”

“A União Estadual dos Estudantes de São Paulo expressa neste momento todo o pesar pela perda do valoroso companheiro Ricardo Zarattini.

Zarattini será para sempre lembrado como um histórico combatente em prol das causas populares e democráticas do nosso país.

Dentre os diversos postos de destaque que ocupou figura a presidência de nossa entidade.

Assim, seu legado e trajetória ficam marcados na UEE-SP e servirão de grande inspiração à nossa entidade, que expressa aqui toda a solidariedade à família e amigos do velho Zara.

Que a sua memória siga viva inspirando a luta, hoje tão dura, em prol de um Brasil mais justo e fraterno!

Comandante Ricardo Zarattini, presente!

União Estadual dos Estudantes de São Paulo”

 

Da Redação da Agência PT de Notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Urgente: STF determina ao governo envio de oxigênio a Manaus, atendendo petição do PT e PCdoB

Ministro Ricardo Lewandowski, atendendo petição do PT e do PCdoB, acaba de determinar ao g…