Home Portal Notícias Manchetes Povo brasileiro já percebeu mentiras e perseguição a Lula, diz Zarattini

Povo brasileiro já percebeu mentiras e perseguição a Lula, diz Zarattini

7 min read
0

As constantes denúncias do Ministério Público contra o ex-presidente Lula foram rechaçadas, mais uma vez, pelo líder da Bancada do Partido dos Trabalhadores, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), em discurso contundente feito no plenário da Câmara, nesta quarta-feira (20). Também destacou o líder petista a manifestação da subprocuradora do Ministério Público, Áurea Maria Etelvina Nogueira Lustosa Pierre que, em parecer, coloca em dúvida a condução feita pelo Juiz Sérgio Moro, no processo contra o ex-presidente Lula.

O discurso do líder petista evidencia que o velho mantra usado por de Joseph Goebbels, ministro da Propaganda de Adolf Hitler na Alemanha Nazista – que virou prática recorrente do MP – de que ‘uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade’, não está colando no imaginário popular. “O povo brasileiro está constatando a sucessão de mentiras que vêm sendo lançadas contra o ex-presidente”, afirmou.

“Tanto é assim que, mesmo surgindo novos julgamentos, novas denúncias e novas acusações, nas pesquisas que se sucedem, o presidente Lula só vem crescendo na preferência popular e cada vez com um percentual maior e com uma rejeição menor”, exemplificou Zarattini.  O fato comprova que as mentiras contra o ex-presidente ficam mais evidentes para a sociedade brasileira.

Reiteradas vezes o líder petista já subiu na tribuna da Câmara para denunciar as ações engendradas pelo Ministério Público com a intenção de criar um clima de condenação prévia, como forma de solapar a candidatura de Lula em 2018. “O que se faz contra o ex-presidente Lula não é um processo, não é uma investigação, não é nem sequer um julgamento, é uma perseguição”, condenou.

Suspeição – Agora, afirmou Zarattini, até os pares do juiz Sérgio Moro que conduzem a Operação Lava Jato, colocam em dúvida os procedimentos adotados por ele na condução de todo o processo contra Lula.  O deputado se referiu ao fato da subprocuradora-geral da República, Áurea Maria Etelvina Nogueira Lustosa Pierre ter defendido, em parecer, que o Superior Tribunal de Justiça discuta o pedido de suspeição do Juiz Sergio Moro. O pedido foi feito pela defesa do ex-presidente Lula.

“Em seu parecer, a subprocuradora questiona a parcialidade de Moro ao julgar Lula, por conta de diversas declarações do magistrado que denotariam que ele tem o ex-presidente como o seu adversário”, apontou Zarattini.

Citou ainda o líder petista, outro trecho do parecer da magistrada que aponta, entre outras informações, foto em que o juiz de Curitiba aparece ao lado do senador e presidente do PSDB, Aécio Neves. “Nessa famosa foto, Aécio Neves comemora com Sergio Moro não sei bem o quê. Mas estão dando muitas risadas, com muita intimidade”, ironizou Zarattini.

A parceria entre Moro e a revista IstoÉ, também foi alvo da observação da representante do Ministério Público. Zarattini contou que a subprocuradora incluiu em seu parecer a participação de Moro em um evento da IstoÉ, revista que ela classifica como “tendenciosa e desrespeitosa com relação à Lula”. Segundo Zarattini, ela cita fotos do mesmo evento, em que Moro posa (aos sorrisos) ao lado de adversários declarados de Lula.

“ Dra. Áurea resgata também o fato de o Juiz agradecer à população pelas manifestações em seu apoio relacionadas a processos contra Lula que estão sob sua jurisdição e ainda em trâmite; e, mais do que isso, o fato de ter pedido apoio da opinião pública”, destaca o líder do PT.

Esse fato alvissareiro de representante do MP, foi recebido com um misto de surpresa e esperança. “Antes tarde do que nunca”, ponderou.

“O Ministério Público começa a questionar os procedimentos da operação Lava-Jato e, de fato, têm de ser questionados, porque se adotou a prática de que as delações são verdades absolutas, de que não é necessário apresentar provas e que basta que a imprensa divulgue e já está condenado o réu”, criticou. “Querem condenar um homem absolutamente inocente, o presidente Lula”, asseverou Carlos Zarattini.

Benildes Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

TCU determina que Ministério da Saúde apresente plano estratégico de combate à pandemia

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou nessa quarta-feira (21), que o Ministério d…