Home Portal Notícias Waldenor repudia “sentença vazia” de Moro contra Lula

Waldenor repudia “sentença vazia” de Moro contra Lula

0

Em discurso na tribuna da Câmara, na quinta-feira (14), o deputado Waldenor Pereira (PT-BA) repudiou e classificou de “sentença vazia” a decisão do juiz Sérgio Moro que condenou, sem provas, o ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de prisão. “Nossa solidariedade ao companheiro Lula e o nosso repúdio, nosso protesto a esta sentença vazia, sem substância, que pode representar a volta do estado de exceção e do arbítrio no Brasil”, preocupou-se o deputado.

Ele chamou a atenção dos parlamentares e do povo brasileiro para a importância de se defender o maior presidente que o Brasil já teve nos últimos tempos.

“Compreendo que defender Lula desta falsa acusação proferida pelo juiz Sergio Moro é defender a democracia brasileira. Defender Lula nesta oportunidade é defender o Estado Democrático de Direito”, argumentou.

Observou o parlamentar, que se o país admitir a sentença contra o Lula, retornará ao estado de exceção. “É uma sentença sem provas, baseada em convicções deste juiz, intitulado de o Justiceiro de Curitiba que, na verdade, decide muito mais em razão de um posicionamento político-partidário do que sob a luz do que recomenda a justiça e o direito”, reclamou Waldenor.

Para ele, solidarizar com o ex-presidente, é sinônimo de reconhecimento. “Lula é o maior líder popular do Brasil, que comandou um projeto político que, comprovadamente, melhorou a qualidade de vida do povo brasileiro”.

“Não há um cidadão ou uma cidadã deste País que não reconheça que a eleição do Lula em 2002 representou o limiar de um novo tempo de progresso, desenvolvimento e melhoria de qualidade de vida do povo brasileiro”, finalizou.

Benildes Rodrigues

Leia mais artigos relacionados
Load More By Assessoria
Load More In Notícias
Comentários estão fechados

Leia Também

Zeca Dirceu divulga nota contra fim da Unila

O deputado Zeca Dirceu (PT-PR) manifestou-se, em nota, totalmente contrário à emenda apres…