Home Portal Notícias Manchetes Desmonte: Petrobras, pela terceira vez na história, está no centro de um golpe

Desmonte: Petrobras, pela terceira vez na história, está no centro de um golpe

6 min read
Comentários desativados em Desmonte: Petrobras, pela terceira vez na história, está no centro de um golpe
0
335

Debatedores que participaram do seminário “Petrobras: Um Patrimônio Ameaçado”, organizado pela Bancada do PT na Câmara, nesta quinta-feira (29), destacaram a importância da estatal no cenário petrolífero internacional. Ao mesmo tempo, eles se mostraram preocupados com o fatiamento da Petrobras, promovido pelo governo ilegítimo de Michel Temer, por meio de Pedro Parente, o comandante do desmonte da maior empresa do País. O debate foi conduzido pelo líder da bancada do PT, deputado Carlos Zarattini (SP).

“Não podemos analisar a situação da Petrobras, das mudanças que estão ocorrendo no Brasil, sem ver o quadro geral do que está acontecendo com o petróleo no mundo”, afirmou o ex-presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli. Ele destacou a importância do Brasil nesse debate. “Nós estamos no centro de um interesse geopolítico, de atender uma demanda mundial”, disse.

Gabrielli chamou a atenção para a nova política implementada pelo governo golpista à frente da estatal com a redução da política de conteúdo nacional. “Isso significa redução das possibilidades de desenvolver emprego e renda no Brasil”, sentenciou.

Alertou o ex-presidente da Petrobras que a empresa, sob a nova direção, centra na atividade de exploração e produção do pré-sal, tirando a companhia de outro segmento de integração que a Petrobras tinha, como refino, distribuição, gás, energia e biocombustível.

“Isso tudo culminando com a aceleração dos leilões feitos pelo governo provoca a diminuição do papel da Petrobras no desenvolvimento futuro do pré-sal brasileiro, uma vez que não haverá investimento no refino para, basicamente, aumentar a exportação do petróleo do país para o exterior”, advertiu Gabrielli.

No debate, o coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, lembrou que a Petrobras está, pela terceira vez na história, no centro de um golpe. Para ele, a venda indiscriminada de ativos da companhia revela o viés privatizante do governo golpista. “Hoje estamos vivendo um verdadeiro desmonte da Petrobras. Chego a afirmar que não precisa do rito normal de privatização – com elevação em bolsa de valores, mas só esse fatiamento, a venda dos ativos acaba com o perfil estatal da Petrobras”, denunciou.

José Maria afirmou que o discurso de combate à corrupção alardeado pelo Governo ilegítimo é um discurso falso. “Dizer que essa direção que aí está veio combater a corrupção? Ela veio entregar as riquezas do povo brasileiro para os interesses internacionais”, observou.

Para Bruno Silvestre, representante da Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) o plano de desenvolvimento da Petrobras “é um plano de entrega a preço vil do patrimônio público”.  Segundo ele, o que está acontecendo com as vendas dos campos do pré-sal e pós sal e empresas como a BR distribuidora e Liquigás é o mesmo que “vender uma Ferrari a dez reais”.

O vice-líder da bancada do PT, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), exaltou a importância nacional e internacional da Petrobras e disse que o seminário mostrou os erros da nova política da estatal. Para ele, o povo brasileiro precisa assimilar esse debate e defender um dos maiores patrimônios brasileiros.

“Nós temos que mostrar para a sociedade o que está acontecendo. Somos consumidos pelo cotidiano pelas questões do desemprego, do salário, da atenção básica de saúde, etc. A pessoa é atacada de todos os lados e tema dessa natureza, dessa dimensão, acaba ficando nas mãos de poucos. Por isso, é fundamental que a imensa maioria do povo, como sempre fez, volte a valorizar a Petrobras”, defendeu Arlindo.

Benildes Rodrigues

Carregar mais notícias
Carregar mais por Assessoria
Carregar mais em Manchetes
Comments are closed.

Vejam também

Petistas vão ao MPT para derrubar portaria que traz de volta fantasma da escravidão

Não é surpresa para ninguém o caos em que se encontra o Brasil sob o governo do presidente…