Home Portal Multimídia Bancada repudia violência em Porto Alegre e cobra providência

Bancada repudia violência em Porto Alegre e cobra providência

4 min read
0

A Bancada do PT na Câmara, em nota assinada pelo líder, deputado Carlos Zarattini (SP), repudia a violência praticada contra as 70 famílias do movimento Lanceiros Negros, que ocupavam um prédio público abandonado em Porto Alegre, bem como a prisão arbitrária do presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do RS, deputado Jeferson Fernandes (PT).

Na nota oficial, a Bancada do PT na Câmara cobra também uma resolução imediata para o conflito; que se puna os responsáveis pelo abuso de poder; e que as famílias sejam imediatamente atendidas em seus pleitos.

Leia abaixo a íntegra da nota:

Nota – REPÚDIO À VIOLÊNCIA EM PORTO ALEGRE*

A Bancada do PT na Câmara Federal repudia com veemência a violência praticada contra as 70 famílias do movimento Lanceiros Negros, que ocupavam um prédio público abandonado em Porto Alegre, bem como a prisão arbitrária do presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do RS, deputado Jeferson Fernandes (PT).

O ato violento ocorreu na noite fria do dia 14 de junho. Enquanto o presidente da Comissão de Direitos Humanos dialogava com os ocupantes do prédio, com o objetivo de mediar a desocupação de forma pacífica, a Brigada Militar usou da força para algemar e prender o deputado e expulsar as famílias do prédio, ocupado desde 2015.

O governador gaúcho, José Ivo Sartori, do PMDB golpista, deve ser responsabilizado pela desocupação truculenta e pelos graves abusos cometidos.

As 70 famílias dos Lanceiros Negros foram transferidas para o Vida Centro Humanístico. Ocorre que o espaço não dispõe de condições necessárias para acolher os desalojados. E, para piorar a situação, eles poderão ficar apenas 24 horas no local. Hoje, em Porto Alegre, haverá uma caminhada das famílias até o Palácio Piratini a fim de cobrar uma ação rápida do governo estadual.

A Bancada do PT na Câmara cobra uma resolução imediata para o conflito; que se puna os responsáveis pelo abuso de poder; e que as famílias sejam imediatamente atendidas em seus pleitos.

Recebam, pois, a nossa total solidariedade e apoio para continuarmos na luta pelo direito à moradia e, que, a violência jamais subjugue o diálogo e o respeito aos direitos humanos, sociais e à democracia.

 *Carlos Zarattini (SP)

 Líder do PT na Câmara dos Deputados

Carregar mais notícias
Carregar mais por Assessoria
Carregar mais em Multimídia
Comments are closed.

Vejam também

“Ninguém eleito presidente teria coragem de fazer o que o Temer está fazendo”

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta sexta-feira (8), em entrevista à R…