Home Portal Multimídia Bancada repudia violência em Porto Alegre e cobra providência

Bancada repudia violência em Porto Alegre e cobra providência

0

A Bancada do PT na Câmara, em nota assinada pelo líder, deputado Carlos Zarattini (SP), repudia a violência praticada contra as 70 famílias do movimento Lanceiros Negros, que ocupavam um prédio público abandonado em Porto Alegre, bem como a prisão arbitrária do presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do RS, deputado Jeferson Fernandes (PT).

Na nota oficial, a Bancada do PT na Câmara cobra também uma resolução imediata para o conflito; que se puna os responsáveis pelo abuso de poder; e que as famílias sejam imediatamente atendidas em seus pleitos.

Leia abaixo a íntegra da nota:

Nota – REPÚDIO À VIOLÊNCIA EM PORTO ALEGRE*

A Bancada do PT na Câmara Federal repudia com veemência a violência praticada contra as 70 famílias do movimento Lanceiros Negros, que ocupavam um prédio público abandonado em Porto Alegre, bem como a prisão arbitrária do presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do RS, deputado Jeferson Fernandes (PT).

O ato violento ocorreu na noite fria do dia 14 de junho. Enquanto o presidente da Comissão de Direitos Humanos dialogava com os ocupantes do prédio, com o objetivo de mediar a desocupação de forma pacífica, a Brigada Militar usou da força para algemar e prender o deputado e expulsar as famílias do prédio, ocupado desde 2015.

O governador gaúcho, José Ivo Sartori, do PMDB golpista, deve ser responsabilizado pela desocupação truculenta e pelos graves abusos cometidos.

As 70 famílias dos Lanceiros Negros foram transferidas para o Vida Centro Humanístico. Ocorre que o espaço não dispõe de condições necessárias para acolher os desalojados. E, para piorar a situação, eles poderão ficar apenas 24 horas no local. Hoje, em Porto Alegre, haverá uma caminhada das famílias até o Palácio Piratini a fim de cobrar uma ação rápida do governo estadual.

A Bancada do PT na Câmara cobra uma resolução imediata para o conflito; que se puna os responsáveis pelo abuso de poder; e que as famílias sejam imediatamente atendidas em seus pleitos.

Recebam, pois, a nossa total solidariedade e apoio para continuarmos na luta pelo direito à moradia e, que, a violência jamais subjugue o diálogo e o respeito aos direitos humanos, sociais e à democracia.

 *Carlos Zarattini (SP)

 Líder do PT na Câmara dos Deputados

Leia mais artigos relacionados
Load More By Assessoria
Load More In Multimídia
Comentários estão fechados

Leia Também

Temer faz o maior corte da história do Bolsa Família

Em mais um ataque ao povo brasileiro, o presidente ilegítimo Michel Temer cortou no mês de…