Home Portal Notícias Petistas denunciam aparato de guerra para barrar povo na Câmara

Petistas denunciam aparato de guerra para barrar povo na Câmara

2 min read
0

Na tribuna da Câmara os deputados petistas Wadih Damous (RJ), Nelson Pelegrino (BA) e Ságuas Moraes (MT) manifestaram indignação e repúdio ao forte aparato militar montado nesta terça-feira (9) para evitar a manifestação popular contra a reforma da Previdência, em votação na Casa.

“Que história é essa? Nós, formalmente, temos uma Constituição em vigor. Esta aqui é a Casa de defesa das liberdades! ”, disse Wadih Damous. “Fico imaginando o que vai acontecer no dia da votação da chamada reforma da Previdência no plenário. Vamos ter aqui uma conflagração, uma guerra”, denunciou.

Nelson Pelegrino se referiu ao “clima de estado de sítio” instalado na Câmara. “Em passado recente essas galerias estavam repletas de pessoas, de trabalhadores, que se manifestavam no Governo da Presidente Dilma, que pressionavam o Congresso, que debatiam com os Parlamentares. Hoje, nós assistimos a um clima de verdadeiro estado de sítio. Ninguém entra na Câmara Federal, que está toda cercada”, desabafou. Para ele, o Parlamento não pode conviver com essa excepcionalidade.

Para o deputado Ságuas, “a Câmara dos Deputados e o Senado Federal talvez seja uma das zonas mais militarizadas do mundo neste momento. Isso é para impedir que populares entrem aqui, para impedir que sindicalistas entrem aqui”, desabafou.

 

(PT na Câmara)

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Fenaj denuncia agressões a Vera Magalhães e escalada autoritária do governo Bolsonaro

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) alerta a sociedade, mais uma vez, para a sanh…