Home Portal Notícias Outras notícias Margarida Salomão protesta contra iniciativa do Governo que favorece políticos como proprietários de rádios

Margarida Salomão protesta contra iniciativa do Governo que favorece políticos como proprietários de rádios

3 min read
0

MargaridaSalomao tribuna

Foi publicada nesta quarta-feira (29) no Diário Oficial da União a Lei 13.424/17, que estabelece prazos e simplifica processos de renovação de outorga de rádios e emissoras de TV. O texto foi sancionado na terça-feira (28) e já está valendo.

A nova lei tem origem na Medida Provisória 747/16. Pelo texto, as emissoras de rádio e TV poderão funcionar em “caráter precário”, caso o prazo da concessão tenha vencido antes da decisão sobre o pedido de renovação. Ou seja, a emissora terá uma licença provisória de funcionamento até a definição da renovação da outorga pelo Ministério das Comunicações e pelo Congresso Nacional.

Porém, o governo ilegítimo de Michel Temer vetou um ponto crucial da proposta. Foi excluída a proibição de pessoas com imunidade parlamentar ou foro especial assumirem esses cargos em rádios autorizadas, que incluem as rádios comunitárias e retransmissoras.

Segundo a deputada Margarida Salomão (PT-MG), é uma vergonha “que haja esse tipo de comprometimento da radiodifusão brasileira exatamente quando precisamos da democracia e pluralidade. Ter políticos donos de rádios, donos de emissoras de radiodifusão, compromete a democracia no Brasil”, explica a parlamentar.

Ela salienta que os próprios deputados, que construíram e aprovaram a proposta, tinham aceitado e entendido o motivo da proibição. “Pois não é que o presidente usurpador foi lá e faz esse papel triste? De restaurar uma irregularidade, uma impropriedade”, acrescenta.

AP Com informações da Agência Câmara Notícias

Foto: Gustavo Bezerra
Mais fotos: www.flickr.com/photos/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Deputados aprovam liberação de recursos parados de estados e municípios para combate ao coronavírus

A Câmara aprovou na noite desta terça-feira (31) a emenda do Senado ao projeto de lei comp…