Home Portal Notícias Outras notícias Padre João denuncia violência contra comunidade quilombola em MG

Padre João denuncia violência contra comunidade quilombola em MG

3 min read
0

padrejoao salu

O deputado Padre João (PT-MG) repudiou em pronunciamento no plenário, nesta terça-feira (28), a violência praticada contra a comunidade quilombola Marobá dos Teixeira, no município de Almenara, em Minas Gerais. “Nossa solidariedade a toda a comunidade e vamos tomar providências junto à Comissão de Direitos Humanos exigindo a investigação e punição dos culpados”, ressaltou o petista.

Segundo Padre João, a violência aconteceu na noite do último dia 24, quando três homens armados e encapuzados, chegaram à residência do casal Maria Rosa e Jurandir na comunidade Quilombola Marobá dos Teixeira. “Essas pessoas entraram e torturaram este casal da comunidade quilombola, que está na área há décadas aguardando o processo de destinação das terras”, explicou o parlamentar petista.

Entenda – A comunidade quilombola Marobá dos Teixeira reivindica um território que soma 3.075.106 hectares de terra localizados na fazenda Marobá e no Feijoal, nas margens esquerda e direita do rio Jequitinhonha, respectivamente. O território está na zona rural do município de Almenara.

Em 2009, a comunidade Marobá dos Teixeira recebeu a certificação de auto reconhecimento de remanescentes de quilombolas pela Fundação Cultural Palmares. No ano seguinte ao reconhecimento, os remanescentes foram despejados da comunidade onde moram há mais de 150 anos. A Justiça Federal reverteu o despejo e a comunidade quilombola retornou à propriedade e aguarda o segundo estudo antropológico para receber o reconhecimento definitivo da terra.

Gizele Benitz
Foto: Salu Parente

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT vai ao STF contra prorrogação das medidas provisórias de Bolsonaro

O Partido dos Trabalhadores em petição assinada pelo líder da Bancada na Câmara, deputado …