Home Portal Notícias Outras notícias Aécio terá de explicar doação em ação que moveu contra Dilma

Aécio terá de explicar doação em ação que moveu contra Dilma

3 min read
0

aecio

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou que o PSDB explique doações realizadas em 2014 pela construtora Andrade Gutierrez à campanha presidencial do senador Aécio Neves (PMDB-MG). Curiosamente, a determinação acontece na ação de cassação movida pelo próprio PSDB contra a chapa Dilma-Temer.

No processo, o PT apontou que o ex-presidente da empresa, Otávio de Azevedo, disse que teria doado ao candidato tucano R$ 19 milhões, valor superior ao declarado à Justiça Eleitoral, de R$ 12,6 milhões.

Além da diferença entre o valor que teria sido doado e o que foi declarado, a legenda também apontou o pagamento de serviços que não teriam efetivamente sido prestados.

O relator do caso no TSE, Napoleão Nunes Maia, também determinou que o setor de análise do tribunal verifique quantos empregados as fornecedoras da campanha tinham em 2014, bem como o ano de criação das empresas.

Em depoimento em setembro, o empreiteiro Otávio Marques de Azevedo, delator da Operação Lava Jato, disse ter pago propina para a campanha de Dilma Rousseff em forma de doação. Em novo depoimento em novembro e confrontado com a cópia do cheque, disse que se confundiu e não houve pagamento de propina, por parte da empresa, à chapa de Dilma Rousseff e Temer na campanha presidencial de 2014.

É notória a proximidade da Andrade Gutierrez com o PSDB. A empreiteira que teve seu presidente, Otávio Azevedo, preso em junho de 2016, foi a maior doadora de recursos na campanha derrotada do senador Aécio Neves à Presidência em 2014. Foram 322 doações, que somaram mais de R$ 20 milhões, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Do Portal Vermelho, com informações de agências

Foto: Agência Senado

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

TCU determina que Ministério da Saúde apresente plano estratégico de combate à pandemia

O Tribunal de Contas da União (TCU) determinou nessa quarta-feira (21), que o Ministério d…