Home Portal Notícias Outras notícias Leo de Brito se reúne com embaixador da Bolívia sobre ação na fronteira

Leo de Brito se reúne com embaixador da Bolívia sobre ação na fronteira

3 min read
0

Depois de receber inúmeras reivindicações da comunidade do Alto Acre, o deputado Leo de Brito (PT-AC) se reuniu com o embaixador da Bolívia, José Kinn, em Brasília, para tratar de conflitos ocorridos na região de fronteira entre os dois países. Durante o encontro foi pactuada a realização de uma cooperação entre as forças de segurança, do Brasil e da Bolívia.

“A ideia é adequar melhor os procedimentos de fronteira, para evitar que novos conflitos entre os dois países possam acontecer, e também como uma forma de proporcionar mais segurança para as populações tanto do Alto Acre como de Cobija, na Bolívia”, explicou o parlamentar.

Na última semana, uma família de Epitaciolândia acusou policiais bolivianos de terem invadido uma residência no município e em seguida prender um brasileiro. A polícia brasileira investiga a denúncia, apesar disso a população ansiava por mais esclarecimentos e outras providências.

“Depois de receber muitos pedidos para intervir neste caso, procurei a Embaixada da Bolívia e marquei esse encontro com o embaixador que foi muito atencioso e se colocou inteiramente a disposição para ajudar a solucionar o caso. O rapaz que teria sido levado à força já está em liberdade, mas a investigação segue, e o maior desejo de todos é que unidas as forças de segurança consigam solucionar o caso”, explicou o parlamentar.

Além dos esclarecimentos e da pactuação de um modelo de cooperação, José Kinn anunciou a realização de uma agenda, prevista para o mês de abril, com o objetivo de reunir os dois governos e traçar melhor estratégia de atuação conjunta entre as forças de segurança.

Assessoria Parlamentar

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Anti-fake news: é mentira que Lula e PT tenham vínculo com narcotráfico

Mais uma vez a direta tenta, sem sucesso, criar mentiras absurdas envolvendo o PT, Lula e …