Home Portal Notícias Outras notícias Líder do PT: José Serra sai e política externa equivocada não deixará saudades

Líder do PT: José Serra sai e política externa equivocada não deixará saudades

7 min read
0

Zara Serra

O ministro das Relações Exteriores, o senador tucano José Serra, pediu demissão do cargo na noite de quarta-feira (22), alegando motivo de saúde. Na avaliação de deputados da Bancada do PT na Câmara, Serra sai e não deixará saudades pela política externa equivocada. “O período de Serra no Itamaraty foi um verdadeiro desastre”, afirmou o líder do PT, deputado Carlos Zarattini (SP).

Na avaliação do líder petista, Serra desmontou toda a política de relacionamento com os países da África e da América Latina, hostilizou a Venezuela e impediu que a Unasul (União das Nações Sul-Americanas) avançasse, ao mesmo tempo em que pensava colocar o Brasil alinhado com a política externa dos Estados Unidos. “Com a vitória de Donald Trump para a Presidência dos Estados Unidos, ficou evidente que essa política não ia adiante. O Trump não tem nenhum olhar para a América Latina, para o Brasil”, enfatizou Zarattini.

O líder do PT sustentou que objetivo principal dele (Trump) é fazer com que toda a política anterior do Barak Obama – o tratado Transpacífico e outras políticas de cunho de dominação dos EUA sobre países da Ásia e da América Latina – fosse desmontada. Nesse contexto, a política de Serra foi equivocada. “Foi um fracasso que o Serra teve na sua política pela mudança de conjuntura. A política de Trump, de alterar o multilateralismo americano visa privilegiar o mercado interno, a indústria interna. E nessa política não cabe o Brasil”, reforçou.

Na avaliação do líder Zarattini, que é integrante da Comissão de Relações Exteriores da Câmara, é evidente que o Brasil vai ter que retomar a política externa dos períodos Lula e Dilma. “Uma política de relacionamento de novos mercados”, afirmou.

Rede social – Vários deputados da Bancada do PT usaram suas redes sociais para comentar a saída de Serra do governo Temer. Na sua conta no twitter, o deputado Décio Lima (PT-SC) escreveu: “Serra cumpre missão apátrida, entrega nosso petróleo e sai pela porta dos fundos!”.

O deputado Afonso Florence (PT-BA) replicou twitter da Carta Maior: “Serra sai; fica o rastro: tucano destruiu o Mercosul; destruiu a soberania no pré-sal; e destruiu exigência de conteúdo nacional(de 65% p/ 25%)”.
Também replicando twitter, Paulo Pimenta (PT-RS) disse: “Já que hoje só serve para nos fazer vergonha, o Itamaraty poderia ser extinto e, no seu lugar, Temer abriria escritório de interesses dos EUA”.

O deputado Helder Salomão‏ (PT-ES) usou sua conta para fazer um trocadilho: “Serra desceu a ladeira”. E o deputado Zé Geraldo‏ (PT-PA) escreveu: “E o Serra? Nem esperou a delação vir a público!”, em uma referência à delação premiada da Odebrecht, no âmbito da Operação Lava Jato, que acusa o senador tucano e agora ex-ministro, de ter recebido R$ 23 milhões em propina na Suíça.

Vânia Rodrigues

Foto: Gustavo Bezerra
Mais fotos: www.flickr.com/photos/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota do PT: General da Saúde compromete Forças Armadas com crimes de Bolsonaro contra a população

NOTA DO PARTIDO DOS TRABALHADORES GENERAL DA SAÚDE COMPROMETE FORÇAS ARMADAS COM CRIMES DE…