Home Portal Notícias Givaldo propõe estrutura para garantir policiamento nas ferrovias do país

Givaldo propõe estrutura para garantir policiamento nas ferrovias do país

3 min read
0

givaldotribuna

Visando a segurança dos milhares de passageiros e funcionários que utilizam o transporte ferroviário em todo o território brasileiro, o deputado Givaldo Vieira (PT-ES) solicitou ao Ministério da Justiça a adoção de medidas para efetivar a criação do Departamento de Polícia Ferroviária Federal – previsto na Constituição de 1988, que até maio de 2016 pertencia à estrutura básica deste mesmo ministério, e por meio de uma Medida Provisória editada pelo Governo Temer, foi extinto. Ele argumenta que, enquanto há inúmeros casos de roubos, dilapidação, tráfico de drogas e armas nas linhas férreas, estações e terminais, não existe hoje um policiamento ostensivo nas ferrovias.

“As ferrovias federais são um terreno fértil e convidativo para a prática de diversos crimes, como constatamos tantas vezes nos relatos de passageiros noticiados pela imprensa. Não existe no transporte ferroviário, como nas rodovias federais, uma fiscalização a exemplo da feita nas vias pelos mais de 10 mil homens e mulheres da Polícia Rodoviária Federal. Além das linhas existentes, nos próximos anos a expectativa é que seja construída a ferrovia Vitória-Rio de Janeiro, ligando dois importantes estados da região Sudeste, o que vai aumentar ainda mais a necessidade de garantir segurança nas ferrovias brasileiras”, afirma o parlamentar capixaba.

A solicitação para efetivar o Departamento de Polícia Ferroviária Federal foi oficializada formalmente pelo deputado a partir da Indicação nº 3027/2017, protocolada na semana passada.

Assessoria Parlamentar

Foto: Gustavo Bezerra
Mais fotos: www.flickr.com/photos/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT na Câmara aciona PGR, TCU e CVM para investigar operação suspeita com ações da Petrobras

A Bancada do PT na Câmara protocolou hoje (3) ações na Procuradoria-Geral da República, no…