Home Portal Notícias Nomeação de Nísia Trindade para presidir Fiocruz é vitória da democracia e da comunidade científica, avaliam deputados

Nomeação de Nísia Trindade para presidir Fiocruz é vitória da democracia e da comunidade científica, avaliam deputados

4 min read
0

nisia trindade

A pesquisadora Nísia Trindade Lima foi anunciada, nesta terça-feira (3), como a nova presidenta da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A nomeação foi confirmada pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, após reunião que o mesmo teve com o presidente golpista Michel Temer.

Barros pretendia nomear a segunda colocada na eleição interna da Fiocruz, Tânia Araújo Jorge, mas foi preterido por Temer após pressão de servidores da instituição, de membros da comunidade científica, de parlamentares e de entidades da sociedade civil.

“Nestes tempos tão difíceis, esta é uma vitória da democracia e da Fiocruz. Existia uma tradição de respeito à autonomia da Fiocruz e essa tradição estava sendo quebrada. Dialogamos com o governo, através dos ministros Moreira Franco e Ricardo Barros, e felizmente o governo voltou atrás e garantiu a nomeação da Nísia Trindade”, comemorou o deputado Afonso Florence (PT-BA), que esteve reunido com o ministro da Saúde pouco antes do anúncio da nomeação [confira o vídeo abaixo].

petistas fiocruz

“É uma vitória da comunidade acadêmica, da comunidade cientifica, porque a inclinação do ministro pela nomeação da segunda colocada na eleição da Fiocruz abriu um precedente perigoso que, felizmente, não se confirmou”, acrescentou o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que também participou do encontro com Barros, assim como o deputado Chico D’Ângelo (PT-RJ), que preside a Comissão de Cultura da Câmara e é médico e militante do movimento sanitarista.

“A Fiocruz possui um quadro técnico e científico de altíssima qualidade, com credibilidade no Brasil e no exterior, e a sua autonomia precisava ser respeitada. A pesquisadora Nísia Trindade é uma pessoa extremante capaz, competente, boa gestora e muito querida na Fiocruz e a sua nomeação é uma decisão natural”, declarou D’Ângelo.

Na eleição realizada em novembro, Nísia Trindade Lima obteve 2.566 votos (59,7%) contra 1.695 (39,6%) de Tânia Araújo Jorge.

PT na Câmara
Fotos: Divulgação / Rafael Carlota/PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Atentado contra caravana é reação da elite que vê aproximar-se a vitória de Lula

“O que aconteceu ontem (27) é reflexo do que estamos sentindo em toda a caravana. O fascis…