Home Portal Notícias Cada parlamentar que apoiou o golpe é cúmplice do desmonte de Temer, aponta Padre João

Cada parlamentar que apoiou o golpe é cúmplice do desmonte de Temer, aponta Padre João

5 min read
0

charge pec 241 latuff

O deputado Padre João (PT-MG) ocupou a tribuna nesta semana para manifestar preocupação com os possíveis desdobramentos do golpe parlamentar que destituiu o governo da presidenta Dilma Rousseff, eleita democraticamente. “Cada deputada, deputado, senadora e senador que apoiou o golpe é cúmplice desse desmonte que está acontecendo no nosso País, desse ataque aos direitos dos trabalhadores e de todos os cidadãos brasileiros”, avaliou o petista.

Padre João alertou quanto aos próximos atos que poderão ser desencadeados pelos golpistas. “O segundo golpe vai ser a derrubada de Michel Temer. Eu acredito que até fevereiro ou março, no máximo em abril, eles darão o segundo golpe. E vai haver um terceiro golpe, porque eu não duvido da ousadia dos tucanos”, avisou.

O terceiro golpe, disse ainda Padre João, “vai ser, de fato, anular as eleições de 2018, ou seja, cancelar as eleições de 2018 para 2020. E eu não tenho dúvidas de que vão tentar colocar Aécio Neves para ser Presidente em uma eleição indireta. Cara de pau não lhes falta! Haja óleo de peroba para tantos golpistas. O PMDB está permitindo ser usado, e não é por ingenuidade, mas por oportunismo e por pragmatismo”, disse o parlamentar petista.

Ainda de acordo com Padre João, há um conluio para livrar o PSDB das acusações que a todo dia são denunciadas. “Qual é a maior preocupação? É com esse conchavo de setores do Supremo Tribunal Federal (STF). E eu espero que o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, não preste um desserviço à Nação. O ministro Gilmar Mendes, do STF, devolveu o pedido de investigação que havia em relação à suspeita de envolvimento de Aécio Neves em um esquema de propina em Furnas. Aécio Neves foi um dos mais mencionados em delações”, lembrou o mineiro.

Diante da expectativa sombria, Padre João faz um apelo à sociedade. “Espero que o povo brasileiro reaja a esse desmonte, reaja à destruição da Previdência, à destruição do ensino médio, ao congelamento por 20 anos de todos os investimentos. Teremos mais golpes para atender ao capital internacional em todas as áreas. A nossa esperança é a reação, porque somente o povo nas ruas pode conter esses golpes sucessivos”, finalizou o petista.

Gizele Benitz
Charge Latuff

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…