Home Portal Notícias Pedro Uczai: Reforma da previdência prejudica pobres, professores e agricultores

Pedro Uczai: Reforma da previdência prejudica pobres, professores e agricultores

3 min read
0

1Pedro Tribuna

O deputado Pedro Uczai (PT-SC) protestou, na tribuna, contra o que chamou de novo pacote de maldades do Presidente Michel Temer: a reforma da Previdência. “Já não bastasse a PEC 241, hoje PEC 55, que congela o investimento das políticas públicas nos próximos 20 anos, efetivamente aumentando a desigualdade social ao retirar recursos públicos das políticas sociais, agora apresentam a reforma da Previdência, que vai atingir o conjunto dos trabalhadores brasileiros, mas, de modo particular, os agricultores e os professores”, disse.

Lembrou particularmente Ságuas a situação dos professores, que deverão trabalhar até os 65 anos. “Quem propôs essa reforma da Previdência para que os professores se aposentem aos 65 anos não conhece uma sala de aula, onde grande parte deles trabalha dois ou três turnos”.

Citou ainda o deputado o fato de  setenta e oito por cento dos agricultores começarem a trabalhar bem cedo: meninos, antes dos 12 anos, e meninas, antes dos 14 anos. “Estabelecer em 65 anos a aposentadoria dos agricultores é uma violência contra os agricultores familiares, as agricultoras familiares e os trabalhadores deste País, que perfarão 49 anos, 50 anos de trabalho para se aposentar”, disse.

“Que Previdência é essa que tira dos pequenos e mantém para os privilegiados? Que Previdência é essa que não cobra dos sonegadores de Imposto de Renda mais de 200 bilhões de reais, para fomentar e garantir a Previdência? A resposta é imediata: tira dos mais pobres, tira dos trabalhadores, tira dos agricultores, tira dos professores deste País”.

PT na Câmara

Foto: Gustavo Bezerra
Mais fotos: www.flickr.com/photos/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT propõe convocação de ministro da Saúde para explicar veto de Bolsonaro a vacina contra Covid-19

O deputado federal Rogério Correia (PT-MG) protocolou hoje (21), com o apoio de toda a Ban…