Home Portal Notícias Dilma reforça convicção do golpe para movimentos sociais da América Latina

Dilma reforça convicção do golpe para movimentos sociais da América Latina

4 min read
0

DilmaMontevideuMidiaNinja

O deputado Pepe Vargas (PT-RS) afirmou nesta sexta-feira (4) que a participação da presidenta eleita Dilma Rousseff na Jornada Continental Contra o Neoliberalismo e em Defesa da Democracia, realizada no Uruguai, fortaleceu a convicção dos movimentos sociais da América Latina de que houve um golpe parlamentar no Brasil. Segundo Pepe Vargas, além de explicar a dinâmica do golpe, a presidenta explicou as trágicas consequências desse fato para o povo brasileiro. O petista acompanha a presidenta Dilma em sua primeira viagem ao exterior após o golpe.

“Ao falar no encerramento da Jornada Continental Contra o Neoliberalismo e em Defesa da Democracia, que reúne movimentos sociais de toda a América Latina, a presidenta fez um alerta sobre a nova modalidade de deposição de governos populares e de esquerda na região, agora via golpe parlamentar. Esse alerta apenas confirmou o que todos os movimentos já sabiam, de que houve um golpe no Brasil“, afirmou.

De acordo com o parlamentar, a presidenta também explicou aos participantes do encontro como o golpe aplicado na democracia tem ameaçado conquistas históricas obtidas pelo povo brasileiro nos últimos anos.

“A presidenta detalhou as ameaças e violações aos direitos humanos e a tentativa de retirada de direitos sociais com a aprovação da PEC 55 (antiga PEC 241) e de direitos previdenciários, com a anunciada reforma da Previdência”, ressaltou.

A Jornada Continental Contra o Neoliberalismo e em Defesa da Democracia é um processo de lutas de movimentos sindicais e sociais que fazem a leitura da grave situação política, especialmente na América Latina, decorrente da retomada neoliberal e de ataques contra a democracia. Sindicatos, movimentos sociais, coletivos feministas e de defesa do meio ambiente das Américas estarão representados no ato.

A presidenta Dilma também se reuniu com movimentos sociais do Uruguai, organizada pela PIT-CNT, central sindical do Uruguai, e participou de um encontro com dirigentes da Frente Ampla, na qual explicou a conjuntura política do Brasil.

Héber Carvalho

FOTO: Mídia Ninja

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Comissão debate causas de derramamento do óleo no Nordeste; CPI deve ser instalada, diz João Daniel

A comissão externa do Derramamento do Óleo no Nordeste debateu nesta quinta-feira (21), os…