Home Portal Notícias Solla denuncia invasão “inescrupulosa” da sede do PT na Bahia e lamenta vetos para prejudicar agentes de saúde

Solla denuncia invasão “inescrupulosa” da sede do PT na Bahia e lamenta vetos para prejudicar agentes de saúde

8 min read
0

jorgesolla gustavoB

O deputado Jorge Solla (PT-BA) ocupou a Tribuna, nesta terça-feira (4), para fazer duas graves denúncias. A primeira é sobre o governo ilegítimo e sem voto de Michel Temer que escolheu o Dia dos Agentes de Saúde, 4 de outubro, para “presentear” a categoria com a publicação do veto do adicional de insalubridade na Lei 13.342/16, por ele sancionada, dentre outros vetos. A outra denúncia refere-se à invasão da sede do PT na Bahia para “embaçar” a investigação de denúncia contra a PROPEG que é uma agência de publicidade tradicionalmente envolvida com o carlismo na Bahia. “A PROPEG nunca trabalhou com o PT, nem com o partido nem com administração do PT, sempre foi operadora do DEM, do antigo PFL na Bahia. Todo mundo sabe disso! Só a Polícia Federal não sabe!”, acusou.

Sobre os agentes de saúde, do texto aprovado pelo Congresso Nacional, publicado no Diário Oficial da União, Temer vetou os dispositivos que previam adicional de insalubridade aos agentes, prioridade no Programa Minha Casa Minha Vida e financiamento de cursos técnicos por meio do Fundo Nacional de Saúde. Foi mantida apenas a permissão a esses profissionais para a averbação do tempo de serviço anterior à regulamentação da profissão.

“Então, este é o presente pelo Dia dos Agentes de Saúde que o governo golpista deu a todos os agentes, a toda a categoria, no Brasil inteiro? Até o dia foi bem escolhido”, ironizou. Para o deputado, “este é um governo sem voto; um governo que quer cortar os recursos para o Sistema Único de Saúde (SUS), que quer cortar os recursos para as políticas sociais para pagar os seus financiadores”, ressaltou Solla.

Propeg– O deputado Jorge Solla citou ainda o “ataque de vandalismo” que a Polícia Federal fez nesta terça-feira (4), à sede do Partido dos Trabalhadores, na Bahia. “Não há outro termo não. A Polícia invadiu, às seis horas da manhã, com a sede fechada e sem nenhum vigilante, quebrou todas as portas e destruiu tudo o que viu pela frente. E não foi por acaso esta escolha”, disse.

“Para quem não conhece, a PROPEG é uma agência de publicidade tradicionalmente envolvida com o carlismo na Bahia, tradicionalmente envolvida com a família do prefeito golpinho de Salvador. Para embaçar a apuração contra a PROPEG, invadem a sede do PT sem nenhum indício, sem nenhuma prova, sem nenhuma ligação entre a PROPEG e o PT. A PROPEG nunca trabalhou com o PT, nem com o partido nem com administração do PT. A PROPEG sempre foi operadora do DEM, do antigo PFL na Bahia. Todo mundo sabe disso! Só a Polícia Federal não sabe! Aliás, sabem, sim. Invadiram a sede do PT para embaçar a investigação de denúncia contra a PROPEG, para destruir e execrar publicamente o PT”, destacou o parlamentar petista.

Na avaliação de Jorge Solla, a Polícia Federal se transformou em milícia do PSDB e do DEM. “Na hora da invasão, a Rede Globo estava lá, transmitindo ao vivo da praça. Fecharam a praça, botaram homens com fuzis para invadir uma casa vazia, que não tinha nenhum segurança, nenhum vigilante. Essa é mais uma prova de que transformaram a Polícia Federal em milícia do PSDB e do DEM. Transformaram a Polícia Federal em mandachuva para controlar. O Ministro da Justiça, agora, diz antes o que vai acontecer, o que a Polícia Federal vai fazer e onde vai fazer! Infelizmente, a Polícia Federal, que foi apoiada, desamordaçada, aparelhada e investida de autonomia, em poucas semanas, já virou milícia do governo golpista!”, lamentou o parlamentar petista.

Gizele Benitz
Foto: Gustavo Bezerra/PTnaCâmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…