Home Portal Notícias Parlamentares lembram que Cunha só se defende ameaçando e pedem justiça

Parlamentares lembram que Cunha só se defende ameaçando e pedem justiça

6 min read
0

HelderLuizPepeZeG

Os deputados Helder Salomão (PT-ES), Luiz Couto (PT-PB), Pepe Vargas (PT-RS) e Zé Geraldo (PT-PA) reforçaram na tribuna da Câmara a necessidade de os parlamentares darem uma resposta à sociedade brasileira cassando o mandado do deputado e ex-presidente da Casa Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O peemedebista – que acumula uma infinidade de acusações no Supremo Tribunal Federal por crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas – está sendo julgado por quebrar o decoro parlamentar ao mentir à CPI da Petrobras. Na ocasião, ele negou ter contas na Suíça.

Helder Salomão lembrou que Cunha, em momento algum, apresentou provas concretas de sua inocência com relação aos atos de corrupção atribuídos a ele. “Em vez disso, no Conselho de Ética e na CCJ, o que o deputado Eduardo Cunha fez foram ameaças a seus colegas, dizendo: ‘Hoje sou eu. Amanhã serão vocês!’. O povo brasileiro e nós queremos saber quem são os outros deputados que Cunha disse que também sofrerão as mesmas penas que ele começa agora a sofrer”, afirmou o petista.

Luiz Couto reforçou o argumento de Helder Salomão. “Por crer na Justiça, gostaria de pedir apenas uma coisa ao deputado Eduardo Cunha, que é: Eduardo Cunha, no findar desta votação, por favor, não caia sozinho; diga para o Brasil quem são os deputados que vossa excelência disse que iria levar junto, caso caísse. Esta é a oportunidade de mostrar para o Brasil quem são e o que fizeram para desmontar parte da política brasileira e para promover o afastamento da nossa presidenta Dilma”, disse.

Pepe Vargas lembrou que a Câmara errou gravemente ao colocar um deputado na Presidência que todos sabiam ter um comportamento no mínimo suspeito. “Mas, infelizmente, ele foi conduzido à Presidência da Casa, e comandou, ao longo de um ano inteiro, pautas-bomba para criar uma situação ruim na economia, para ir criando, junto com a oposição ao governo na época, uma situação que justificasse para a opinião pública uma tentativa de impeachment”, repudiou Pepe, ao citar o protagonismo de Cunha no golpe parlamentar que destituiu Dilma Rousseff.

Também em discurso no plenário, o deputado Zé Geraldo afirmou que espera nunca mais conviver com situações desastrosas no Parlamento brasileiro, como as que foram protagonizadas por Cunha, como “um parlamentar conseguir milhões e milhões para financiar sua campanha e a de vários deputados e, em seguida, financiar uma eleição para a presidência da Câmara, como foi o caso do deputado Eduardo Cunha”. O petista disse ainda se admirar que, diante de todos os desarranjos políticos provocados por Cunha, alguns Parlamentares ainda ousarem “propor uma pena que não seja a de cassação”.

PT na Câmara

Foto: Divulgação

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…