Home Portal Notícias Petistas alertam para manobras para impedir cassação de Eduardo Cunha e chamam população a acompanhar votação na segunda

Petistas alertam para manobras para impedir cassação de Eduardo Cunha e chamam população a acompanhar votação na segunda

7 min read
0

AfonsoPadreJ

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara alertam que a sociedade deve estar atenta, pois os apoiadores do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) trabalham na surdina para tentar livrá-lo da cassação. A votação do processo de perda do mandato de Cunha, que já se arrasta há vários meses, está marcada para a próxima segunda-feira (12), no plenário da Câmara. A recomendação da perda do mandato de Eduardo Cunha, réu em várias ações no Supremo Tribunal Federal (STF), foi aprovada por 11 votos a 9 pelo Conselho de Ética em junho deste ano.

O líder do PT, Afonso Florence (BA), afirmou que o governo Temer trabalha para salvar Eduardo Cunha porque precisa dele e de seus apoiadores para aprovar as medidas que retiram direitos dos trabalhadores e trabalhadoras do país.

“Depois que o governo sem voto de Temer assumiu, sucessivas artifícios têm sido postos em prática para postergar a apreciação do parecer do Conselho de Ética. É evidente que o governo de Temer/Cunha, a dobradinha, depende da base de Cunha para aprovar medidas que retiram direitos. Cunha acatou o processo de impeachment contra a presidenta Dilma numa retaliação ao PT e ao governo Dilma, porque ele queria ser blindado. Todos os partidos opositores ao governo Dilma, uns mais outros menos, vem blindando Cunha. Portanto, é um absurdo que o governo sem voto de Temer continue tentando salvar Eduardo Cunha. Nós vamos continuar trabalhando, junto com os partidos de oposição e os movimentos sociais, para garantir que Eduardo Cunha seja cassado”, enfatizou o líder Afonso Florence.

O deputado Padre João (PT-MG), presidente da Comissão de Direitos Humanos, alerta que os cidadãos brasileiros devem acompanhar atentamente a votação e pressionar os parlamentares para evitar “o absurdo” de Eduardo Cunha não ser cassado.

“Temos ouvido desde a semana passada que os apoiadores de Cunha estariam tentando esvaziar a sessão para que não haja o quórum necessário para cassá-lo. Isso seria um absurdo. Então, é preciso que os cidadãos estejam alertas e acompanhem o voto de seus deputados. A sociedade não vai perdoar os deputados que forem omissos e protegerem o bandido Eduardo Cunha. Milhões foram às ruas pedindo o combate à corrupção, então, como querem agora proteger uma pessoa que todo mundo sabe que é corrupto e que já deveria inclusive estar preso. E que aliás vem gozando de uma parcialidade do Supremo Tribunal Federal e do Ministério Público. O Congresso não pode reproduzir esta omissão. Vamos cassar Eduardo Cunha”, reiterou o parlamentar petista.

Um levantamento feito pelo jornal O Globo junto aos 513 deputados federais revela que já há votos suficientes para a cassação de Eduardo Cunha. Do total, 260 abriram o voto pela cassação, três a mais do que o mínimo necessário de 257 votos; apenas três assumiram que votarão contra a cassação e os demais não se pronunciaram.

Eduardo Cunha, que renunciou à presidência da Câmara em julho, é investigado por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Ele é réu em duas ações penais no STF e em um processo de improbidade administrativa na Justiça Federal no Paraná, que fez com que tivesse seus bens bloqueados em junho. Ele ainda é alvo de outros inquéritos no Supremo relacionados com a Operação Lava Jato.

PT na Câmara
Foto: Gustavo Bezerra/PTnaCâmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…