Home Portal Notícias Olimpíadas são méritos de Lula e Dilma: Governo interino não faria megaevento em 100 dias, ironiza petista

Olimpíadas são méritos de Lula e Dilma: Governo interino não faria megaevento em 100 dias, ironiza petista

8 min read
0

NPellegrino PTeixeira

Ao discorrer na tribuna da Câmara, na segunda-feira (22), sobre o resultado final das Olimpíadas de 2016, os deputados Nelson Pellegrino (PT-BA) e Paulo Teixeira (PT-SP) creditaram o sucesso do megaevento ao ex-presidente Lula e à presidenta Dilma Rousseff. Para eles, o governo interino e golpista de Michel Temer não pode querer usurpar de mais essa conquista que Lula e Dilma proporcionaram ao povo brasileiro.

“É preciso que se faça justiça ao presidente Lula. Em todas as matérias divulgadas, não se fez justiça àquele que teve a capacidade de trazer as Olimpíadas para o Brasil e que iniciou o processo de construção dessa infraestrutura. Também temos que reservar um capítulo para homenagear a presidenta Dilma, porque o atual governo interino está há 100 dias no comando e, em 100 dias, não se organiza uma Olimpíada”, observou Nelson Pellegrino.

Ainda, criticou Pellegrino a postura daqueles que sempre apostaram no quanto pior, melhor. Para ele, apesar da torcida contrária desses, as Olimpíadas se tornaram mais um dos grandes eventos realizados pelos governos do PT. “A realização dos jogos no Brasil mostrou que foi correto o presidente Lula ter se empenhado para que as Olimpíadas viessem para o Brasil. Foi um momento de muita visibilidade para o país e acho que será muito importante para o turismo”, avaliou.

O deputado destacou ainda o empenho dos atletas baianos que brilharam no pódio. Citou Rogério Micale, técnico da Seleção Olímpica; Robson Conceição, medalhista no boxe; e Isaquias Queiroz, que se destacou na canoagem e se tornou um dos maiores medalhistas do país.

O deputado Paulo Teixeira reforçou a ideia de que a realização das Olimpíadas só se tornou possível com o ex-presidente Lula que se empenhou, em 2009, para trazer o evento para o Brasil. Ao mesmo tempo, ele destacou o papel da presidenta Dilma na desenvoltura dos jogos olímpicos.

“Quero dizer que o sucesso veio da crença no Brasil do então presidente Lula e da presidente Dilma Rousseff, crença que a oposição não teve. Hoje, o Brasil vê esse resultado na atuação, nas ações do então Presidente Lula e da Presidenta Dilma Rousseff”, observou Teixeira.

Bolsa Atleta – Para Nelson Pellegrino e Paulo Teixeira, o brilhantismo do Brasil nas Olimpíadas de 2016 se deve aos programas de incentivo ao esporte, como o Bolsa Atleta.

“O desempenho maravilhoso que o Brasil obteve, o melhor desempenho em todas as Olimpíadas, ficando em 13º lugar — um número simbólico —, ocorreu graças aos medalhistas oriundos do Bolsa Atleta, um programa criado pelo Presidente Lula e mantido pela presidenta Dilma”, disse Pellegrino.

Paulo Teixeira lembrou que, assim como o Bolsa Atleta, o presidente Lula criou o Programa Atletas de Alto Rendimento, um convênio do Ministério dos Esportes com as Forças Armadas e o Bolsa Atleta Pódio.

“O País teve um resultado superior ao das demais Olimpíadas. Esse foi o melhor resultado, pois, em 2008, em Pequim, o Brasil ficou em 23º lugar; em 2012, em Londres, em 22º lugar; e, em 2016, no Rio de Janeiro, em 13º lugar”, comemorou Paulo Teixeira.

Encerramento – Paulo Teixeira criticou a covardia demonstrada na ausência do presidente interino Michel Temer que não compareceu à cerimônia de encerramento das Olimpíadas. “Ele compareceu à cerimônia de abertura e foi vaiado pelos presentes e não teve a coragem de se fazer presente na cerimônia de encerramento. A popularidade dele se equipara à do General Emílio Garrastazu Médici, no período da ditadura, ou à do General João Baptista Figueiredo, que terminou o governo militar. Ele não pode se apresentar em atos públicos”, afirmou.

Benildes Rodrigues

Foto: Gustavo Bezerra
Mais fotos: www.flickr.com/photos/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Direitos Humanos sofrem ataques e violações no País, denunciam petistas

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara se revezaram na tribuna do Congresso Nacional nes…