Home Portal Notícias Líderes internacionais defendem Lula, Dilma e respeito à democracia

Líderes internacionais defendem Lula, Dilma e respeito à democracia

5 min read
0

PRESIDENTA3EXPRESLULA3

O mundo inteiro já notou e vem denunciando a perseguição judicial e midiática ao ex-presidente Lula, além do golpe contra a presidenta eleita com mais de 54 milhões de votos, Dilma Rousseff.
Responsáveis por tirar 36 milhões de pessoas da miséria e promover mais de 42 milhões à classe média, além de realizarem uma revolução na educação, Lula e Dilma transformaram radicalmente o Brasil, de um país para poucos em um país com oportunidades para os que eram excluídos.

Apesar da intensa campanha de difamação da grande mídia, que fecha os olhos para as violações de direitos que o processo ilegal do impeachment carrega, é cada vez maior o número de líderes estrangeiros que denunciam o golpe e declaram apoio à Lula e Dilma.

Veja quem se manifestou esta semana em defesa da democracia brasileira:

1- Matteo Renzi, primeiro-ministro da Itália: “Muitas pessoas saíram da pobreza durante o governo de Lula. A história será gentil com ele”. Em sua primeira viagem oficial pelo Brasil, o ministro da Itália declarou que Lula é uma ótima referência para ele por ter tirado mais de 36 milhões de pessoas da pobreza.

Lula ministroItalia

2- François Hollande, presidente da França: “Sou amigo do Lula. O importante é que a Constituição seja respeitada”. Presente na abertura dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Hollande declarou que foi convidado à cerimônia, há dois anos, pela própria presidenta Dilma.

Lula Fran

3- Bernie Sanders, senador americano: “Estou profundamente preocupado com a tentativa de remover a presidenta eleita democraticamente do Brasil, Dilma Rousseff”. Nesta semana, o senador americano Bernie Sanders divulgou comunicado para denunciar o golpe no Brasil e pedir que os EUA se posicionem contra impeachment que “mais parece um golpe de estado”. O senador criticou ainda o fim do Ministério das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos durante o governo interino de Michel Temer.

sanders

4- Rafael Correa, presidente do Equador: “O processo contra Dilma é uma piada. Eu lhe asseguro que Dilma Rousseff e meu bom amigo Lula da Silva não são pessoas corruptas. São extremamente honestos”. Em entrevista, Correa lembrou que Dilma “é acusada de coisas que tanto [Fernando Henrique] Cardoso como Lula fizeram, e que eram permitidas”.

Dilma RafaelCorrea

Do site www.lula.com.br

Foto da Capa: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Guimarães quer impedir suspensão da Lei Rouanet em cidades com lockdown

O líder da Minoria na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT-CE), protocolou, nessa sext…