Home Portal Notícias No dia do Estudante, governo golpista anuncia corte de recursos para a educação, petistas classificam com um crime de lesa-pátria

No dia do Estudante, governo golpista anuncia corte de recursos para a educação, petistas classificam com um crime de lesa-pátria

5 min read
0

estudante11082016

Parlamentares da Bancada do PT criticaram duramente anúncio do governo golpista de Michel Temer de cortes significativos nos orçamentos das Universidades Federais para 2017. Segundo o Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle, no portal do Ministério da Educação (MEC), o governo Temer prevê cortar até 45% dos recursos previstos para investimentos nas universidades federais em 2017, na comparação com o orçamento deste ano.

Já o montante estimado para custeio deve ter queda de cerca de 18%. Segundo cálculos de gestores, serão cerca de R$ 350 milhões a menos em investimentos para as 63 federais – na comparação com os R$ 900 milhões previstos para o setor neste ano. As instituições já vivem grave crise financeira, com redução de programas, contratos e até dificuldades para pagar contas.

O deputado Pedro Uczai (PT-SC), presidente da Frente Parlamentar pela implementação do Plano Nacional de Educação (PNE), classificou como “um crime de lesa-pátria” o corte nos investimentos das universidades federais. “Reduzir investimentos no ensino superior público é um crime de lesa-pátria contra o povo brasileiro. Não é só um golpe à democracia, é também a destruição de direitos sociais fundamentais e a educação é a melhor herança que se deixa para os filhos de uma pátria.

Essa ação do governo golpista de Temer significa exclusão dos jovens para acesso à educação”, reiterou o petista.

Para o deputado Angelim (PT-AC), coordenador do Núcleo de Educação da Bancada do PT na Câmara, o corte nos investimentos das universidades federais é inaceitável e prejudica as instituições federais de ensino superior. “Qualquer que seja o corte prejudica o fortalecimento do ensino superior e vai comprometer o ensino, a pesquisa e a extensão”, afirmou.

Em sua página no Twitter, o deputado Leonardo Monteiro (PT-MG) lamentou o corte na educação superior anunciado pelo governo golpista de Michel Temer. “A juventude pede mais investimento em educação e, em pleno Dia do Estudante, o governo golpista fala em reduzir verbas para as universidades”, disse.

A nova previsão de corte de orçamento para as universidades federais brasileiras pode gerar um colapso no ensino superior. É o que prevê o coordenador geral da Campanha Nacional para o Direito à Educação, Daniel Cara. Para ele, o governo Temer está cortando recursos da educação sem fazer um debate.

Em nota, o MEC informou que “a iniciativa se alinha ao equilíbrio fiscal para que o País saia da crise”.

PT na Câmara com Agências
Foto: Divulgação

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…