Home Portal Multimídia PLP 257: PT votará contra se o governo golpista não recuar na retirada de direito dos servidores

PLP 257: PT votará contra se o governo golpista não recuar na retirada de direito dos servidores

4 min read
0

guimaraes alex ferreira

 

 

O Partido dos Trabalhadores entrará em obstrução e votará contra projeto de lei complementar (PLP 257/16) caso o governo interino e golpista de Michel Temer não recuar na proposta de renegociação da dívida dos estados com a União que impõe restrições e retiram direitos de servidores públicos. O recado é do vice-líder da Minoria, deputado José Guimarães (PT-CE), que assegurou que o PT só votará a renegociação se o governo provisório retirar toda a parte que não está relacionada com a dívida dos estados. O PLP está previsto para ser votado ainda na sessão desta segunda-feira (8).

“Nós vamos lutar muito. Primeiro, entrando em obstrução. Segundo, vamos discutir o mérito, mas a nossa determinação é votar contra, se o governo provisório não recuar”, reiterou o deputado que ainda recomendou à população para ficar atenta ao que está embutido nessa proposta defendida pelo governo golpista de Michel Temer.

Na avaliação de Guimarães, o governo interino usa a dívida dos estados para penalizar uma parcela dos trabalhadores, ao obrigar os entes federados a cumprir medidas de arrocho fiscal, em particular, aquelas que determinam restrições com despesas com pessoal.

“Esse governo provisório através dessa proposta está impondo duro e enorme sacrifício aos servidores e aos governadores. Vamos manifestar radicalmente contra esse projeto que retira direitos, congela salários dos servidores por vários anos e impõe limite de gasto com saúde e educação. Isso não é razoável”, alertou Guimarães.

O vice-líder da Minoria alertou ainda para os danos que a proposta também pode causar aos estados do Nordeste. Segundo ele, o PLP 257 é todo direcionado para atender os grandes estados que não honraram os compromissos com a União.

Benildes Rodrigues

Foto: Alex Ferreira

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

A fome não pode esperar: Governo tem de pagar imediatamente seguro-quarentena

Líderes do PT criticam a burocracia da equipe econômica em liberar a renda emergencial de …