Home Portal Notícias Fontana defende cassação de Cunha para reverter “paralisia” do Parlamento

Fontana defende cassação de Cunha para reverter “paralisia” do Parlamento

4 min read
0

Fontana GustavoB

O deputado Henrique Fontana (PT-RS), vice-líder da Bancada do PT, defendeu em pronunciamento no plenário a votação do processo que pede a cassação do mandato do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha. “Na minha avaliação e, inclusive, na do meu partido, o PT, temos que votar a cassação de Eduardo Cunha. E cada um assuma as suas posições, as suas responsabilidades, e se vai votar pela cassação ou pela absolvição”, afirmou Fontana.

Para o parlamentar petista, a votação do processo de cassação de Cunha é a forma para reverter a “paralisia” do Parlamento Nacional. “Hoje, temos essa paralisia. Esse (Eduardo Cunha) que jamais deveria ter sido eleito para presidir a Câmara Federal do Brasil hoje está afastado pelo Supremo (STF), não pode entrar no Parlamento, mas, pasmem, o Parlamento brasileiro não vota a sua cassação. As manobras continuam. Temer e seu governo temporário e ilegítimo trabalham todos os dias para articular a favor de Eduardo Cunha. Nomeiam aliados na CCJ, ganham prazo de mais uma semana, e o Brasil assistindo à paralisia do Parlamento brasileiro”, reiterou Henrique Fontana.

O desafio do Parlamento, na avaliação do vice-líder do PT, é votar e cassar o mandato de Eduardo Cunha. “Dizem inclusive que Eduardo Cunha está negociando uma suposta renúncia à função de presidente em troca de proteção, para não ser cassado no plenário da Câmara. E quem estaria ajudando a costurar esse acordo é o presidente ilegítimo e temporário Michel Temer e o seu governo. Então, não há como encontrar uma solução. Outro dia, o PSDB propunha a vacância. Mas como vacância, se nós não cassamos o presidente que foi eleito naquela triste data de 1º de fevereiro?”, questionou o deputado Henrique Fontana.

Gizele Benitz
Foto: Gustavo Bezerra/PTNACÂMARA

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…