Home Portal Notícias Ságuas repudia violência contra povo Guarani-Kaiowá e acusa bancada ruralista de aprofundar ódio aos povos indígenas

Ságuas repudia violência contra povo Guarani-Kaiowá e acusa bancada ruralista de aprofundar ódio aos povos indígenas

5 min read
0

saguasmoraes gustavoB

O deputado Ságuas Moraes (PT-MT) registrou em pronunciamento no plenário nota divulgada pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi) denunciando  e repudiando  a ação contra famílias do povo Guarani-Kaoiwá, em Caarapó, no estado de Mato Grosso do Sul, no último dia 14 de junho, e que resultou no assassinato do jovem Clodieldo de Souza, de 26 anos.

“Venho também manifestar profunda consternação e indignação diante da tragédia contra o povo guarani-kaiowá, atribuídos a uma ação paramilitar que custou a vida de um jovem indígena e deixou pessoas feridas à bala. Nossa total solidariedade à causa indígena e a nossa denúncia a toda e qualquer ação que atente contra a vida e os direitos dos povos indígenas”, reiterou o deputado Ságuas Moraes.

Para o parlamentar  petista, é preciso encontrar uma solução para o conflito no estado. “É preciso que o Estado brasileiro encontre uma saída para esse conflito entre os povos indígenas e os não indígenas, especialmente naquela região da Grande Dourados, em Mato Grosso do Sul. A população guarani-kaiowá foi desalojada do seu território na década de 50 e, a cada ano que passa, eles têm enfrentado mais dificuldades em reaver o seu território. Mesmo depois da demarcação de terras, eles não conseguem apossar-se delas”, explicou Ságuas.

O deputado Ságuas Moraes acusou os parlamentares da bancada ruralista de atuarem para aprofundar  o sentimento de ódio aos povos indígenas. “O genocídio Guarani-Kaiowá avança pelas mãos do agrocrime no Mato Grosso do Sul. Causa vergonha nacional e internacional ao Brasil o fato de setores do agronegócio exportador de commodities agrícolas continuarem assassinando líderes de povos originários de nosso país. Esta Casa de Leis tem, entre as suas tarefas, a de zelar pelo cumprimento das Leis contidas na Constituição Federal e em Tratados e Convenções nacionais e internacionais sobre os direitos humanos de todos os membros da sociedade, e os Direitos dos Povos Indígenas também são humanos”, enfatizou o parlamentar do PT.

Gizele Benitz
Foto: Gustavo Bezerra/PT na Câmara
Mais fotos no 
www.flickr.com/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…