Home Portal Notícias Governo interino está perdido e será muito curto, diz Fontana

Governo interino está perdido e será muito curto, diz Fontana

5 min read
0

henrique fontana cunha salu

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) ocupou a Tribuna nesta terça-feira (7) para uma avaliação das primeiras três semanas do governo temporário e ilegítimo de Michel Temer. De acordo com Fontana, o governo golpista de Temer “tem mostrado ao Brasil o preço negativo que a nossa democracia e a nossa economia pagarão por um período, que espero seja o mais curto possível”.

Para o parlamentar  petista, o governo golpista está perdido e apresenta à sociedade a “conta” do grande acordão parlamentar que “viabilizou” o golpe parlamentar. “É incrível! Em três semanas, dois ministros caíram por envolvimento com corrupção. Hoje, sabemos das notícias. Não conhecemos a peça inteira assinada por Rodrigo Janot  mas, praticamente, toda a cúpula do PMDB teve solicitada, pelo Procurador-Geral da República, a sua prisão”, disse.

Na opinião do deputado Henrique Fontana,  o governo golpista de Temer se revelou em pouco tempo ser um governo elitista e machista.  “É  incrível. Como é que alguém consegue explicar que, mesmo interinamente, alguém assuma a Presidência da República do Brasil, no ano de 2016, e não encontre uma única mulher competente para ser ministra de Estado. E mais, alguém ascende temporária e ilegitimamente ao poder e não encontra um único negro competente para ser ministro num País onde praticamente a metade da população é negra. É um governo elitista, machista, racista e que corta ministérios em diversas áreas de alto interesse popular”, protestou.

Henrique Fontana afirmou que pelas primeiras iniciativas o governo Temer será “muito” curto. “Em três semanas  conseguiram fazer tanta coisa errada estrategicamente, independentemente de questões de opinião político-partidária. Não há um governo neste grau de instabilidade política. Não adianta dizer que tem maioria no Parlamento. Tem maioria porque fez um grande acordo para construir a derrubada de um governo legítimo. Um acordão para  colocar um ilegítimo na Presidência  e entregar cargos para pessoas que compuseram esse acordo. Isso não é uma estabilidade real”, finalizou o petista.

Gizele Benitz
Foto: Salu Parente/PT na Câmara
Mais fotos no 
www.flickr.com/ptnacamara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…