Home Portal Notícias Marcon chama de “vexame” internacional votação do golpe na Câmara

Marcon chama de “vexame” internacional votação do golpe na Câmara

3 min read
0

Marcon GustavoBezerra

O deputado Marcon (PT-RS) classificou como um “vexame” para a mídia internacional a sessão de votação do processo de impedimento da presidenta Dilma, realizado no último dia 17 de abril, na Câmara. “Parlamentares desta Casa decidiram pela admissibilidade do pedido de impeachment da Presidenta Dilma, mesmo sem haver crime algum. A população brasileira e a imprensa internacional têm tratado essa votação como uma vergonha”, disse Marcon.

“Primeiro, pela forma como os parlamentares conduziram a votação. Depois, pela votação ter sido conduzida por Eduardo Cunha (presidente da Câmara), réu no STF por corrupção. E mais,  parte dos deputados que votaram pelo impeachment da presidente Dilma foram citados pela Operação Lava Jato como recebedores de propina”, afirmou o petista.

O deputado Marcon defendeu a cassação do mandato de Eduardo Cunha.  “Espero que  mudemos essa visão não para os estrangeiros, mas para o povo brasileiro, para os eleitores. E temos que começar com a cassação do Presidente Eduardo Cunha, que é réu.  Junto com ele, devem ir todos os deputados envolvidos em corrupção e, principalmente, aqueles que foram denunciados pelo Ministério Público e pela Polícia Federal na Operação Lava-Jato. Eu espero que esta Câmara faça esse serviço à sociedade brasileira. Lugar de corrupto é na cadeia”, disse.

Gizele Benitz
Foto: Gustavo Bezerra/PT na Câmara
Mais fotos no 
www.flickr.com/ptnacamara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Líderes repudiam massacre de trabalhadores

Os líderes do PT no Senado e na Câmara divulgaram nota de repúdio ao massacre de trabalhad…