Home Portal Notícias Pepe Vargas denuncia “manobra espúria” de Eduardo Cunha para se livrar de cassação

Pepe Vargas denuncia “manobra espúria” de Eduardo Cunha para se livrar de cassação

3 min read
0

22725997499 4e1a08e2bb k

O deputado Pepe Vargas (PT-RS) classificou como “manobra espúria” a tentativa do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de alterar as regras de composição das instâncias da Casa, dentre elas o Conselho de Ética, para conseguir se livrar do processo de cassação do mandato que corre no Conselho.

“Muda-se a composição do Conselho de Ética para livrar o deputado Eduardo Cunha do processo de cassação, por conta das acusações mais do que provadas, e que já foram feitas, em torno das contas que tem no exterior. Gostaria de saber dos Líderes da oposição se eles chancelarão essa manobra espúria, se permitirão que as regras do jogo do Conselho de Ética sejam modificadas durante todo o processo que está em curso. Já não bastam todas as manobras protelatórias, a utilização do cargo de Presidente da Câmara para manobrar e retardar o processo no Conselho de Ética, desde o ano passado?” questionou Pepe Vargas.

O projeto de resolução da Mesa Diretora, proposto por Cunha, quer alterar a regra atual que prevê que seja levado em conta o tamanho das bancadas no início da legislatura para o preenchimento dos cargos nas comissões permanentes da Casa. Pelo projeto, seria levado em conta os atuais tamanhos das bancadas dos partidos — definidos após o período de “janela” de trocas partidárias encerrado no dia 18. Caso a proposta fosse aprovada poderia alcançar o Conselho de Ética e comprometer o avanço do processo por quebra de decoro parlamentar contra Eduardo Cunha e que se arrasta desde o ano passado.

Gizele Benitz

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Deputadas do PT repudiam caso de estupro coletivo no Rio de Janeiro e cobram punição exemplar

O estupro de uma adolescente por mais de 30 homens no Rio de Janeiro causou revolta e indi…