Home Portal Multimídia “Rico pagar imposto para garantir aposentadoria do trabalhador convém ao País”, defende líder do PT

“Rico pagar imposto para garantir aposentadoria do trabalhador convém ao País”, defende líder do PT

7 min read
0

AFONSOCPMF

 

O líder da bancada do PT na Câmara, deputado Afonso Florence (BA), reafirmou nesta quinta-feira (18) que a ampliação do debate sobre a CPMF e a reforma da Previdência vai permitir o esclarecimento da sociedade brasileira sobre a importância das duas medidas. “Acredito que o país encontrará as soluções oportunas e convenientes para tributar os mais ricos e garantir o Regime Geral da Previdência, sem retirar benefícios. O rico pagar imposto para garantir aposentadoria do trabalhador e da trabalhadora convém ao País”, afirmou Florence.

Em entrevista na Câmara, o líder do PT reiterou que a bancada defende a formulação de uma proposta de Reforma da Previdência a partir do fórum de debates criado para o diálogo entre as centrais sindicais e os empresários.  “A posição do PT, a direção do partido já expressou esta posição, é a de que uma proposta de reforma da Previdência tem que sair do Fórum. Assim pensa o PT. O Fórum é o ambiente de conversa para mediar os interesses dos trabalhadores e dos empresários e já está funcionando”, enfatizou.

Para Florence é preciso garantir o Regime Geral da Previdência. “Apenas o recolhimento do segurado e da contribuição patronal, seja da iniciativa privada ou do poder público, não garante nem o regime geral e nem o regime próprio. E a CPMF é uma das alternativas também para a Previdência”, argumentou.

Na opinião do parlamentar baiano, é importante que a nova contribuição sobre movimentação financeira seja progressiva. “No caso de 10 mil reais a CPMF seria de 30 reais. Então, se tivermos uma faixa de isenção até alguns salários mínimos, 3 ou 4, com restituição na forma de imposto de renda, as classes média e média baixa não pagarão CPMF e os setores de renda mais alta pagarão até, quem sabe, uma alíquota ainda majorada acima de R$ 100 mil, R$ 500 mil ou R$ 1 milhão de movimentação bancária mensal. Com o debate profundo e o esclarecimento da opinião pública, a maioria do Congresso Nacional vai ficar a favor da CPMF”, ressaltou Florence.

O debate sobre os temas, na avaliação do líder do PT, já está sendo feito no plenário e vai ser aprofundado. “Considero que todos os aspectos vão vir à pauta e vamos debater. Temos que garantir a tributação dos mais ricos, garantir rigor fiscal e implementar medidas para retomar o crescimento econômico do País”, finalizou.

Gizele Benitz
Foto: Salu Parente/PT na Câmara
Mais fotos no 
www.flickr.com/ptnacamara

 Ouça o Líder do PT na Câmara deputado Afonso Florence na Rádio PT

” bg=”dd1a22″ leftbg=”dd1a22″ lefticon=”294781″ track=”ff1b2c” tracker=”ffff00″ text=”000000″ righticon=”294781″ width=”300″ rightbg=”408080″ volslider=”ffffff” skip=”ffffff”]” bg=”dd1a22″ leftbg=”dd1a22″ lefticon=”294781″ track=”ff1b2c” tracker=”ffff00″ text=”000000″ righticon=”294781″ width=”300″ rightbg=”408080″ volslider=”ffffff” skip=”ffffff”]

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Padilha cobra informações do Ministério da Saúde sobre volta das torcidas aos estádios

Na última terça-feira (22), o Ministério da Saúde liberou, após estudo encaminhado pela Co…