Home Portal Notícias Bancada do PT celebra 36 anos do partido: Brasil menos desigual é o legado petista no governo

Bancada do PT celebra 36 anos do partido: Brasil menos desigual é o legado petista no governo

20 min read
0

36 ANOS PT SITE

Parlamentares petistas na Câmara saudaram nesta quarta-feira os 36 anos do Partido dos Trabalhadores, cujo aniversário é celebrado a cada 10 de fevereiro. Na avaliação do líder da bancada do PT na Câmara, Afonso Florence (BA), o PT mudou o Brasil, fato que desagrada setores da elite econômica do País.

“Tiramos da extrema pobreza aproximadamente 30 milhões de pessoas. Incluímos na classe média cerca de 40 milhões de brasileiros. O PT, nos 13 anos de governo, promoveu um conjunto de medidas que melhoraram a vida do povo brasileiro. O Brasil passou a ser visto lá fora como um país que promoveu a inclusão social e que transformou a vida de seu povo, tornando um país mais generoso. Agora vamos organizar a nossa luta em defesa do patrimônio da classe trabalhadora contra a ofensiva neoliberal e golpista. Vamos lutar e vamos vencer!”, registrou Florence.

O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) destacou que o povo brasileiro reconhece as conquistas e avanços garantidos pelo Partido dos Trabalhadores. “A sociedade reconhece a nossa capacidade de inovação, principalmente em políticas sociais e econômicas. Foram 36 anos de muita luta e de muitas vitórias, mas chegou a hora de repensarmos o partido para fazermos mais e ainda melhor”, disse Reginaldo.

A deputada Margarida Salomão (PT-MG) lembrou que não existe construção social na história da humanidade, por mais relevante que tenha sido, que não tenha passado por dilemas e contradições. “E o Partido dos Trabalhadores está diante de um desafio que precisa ser enfrentado em coerência com a sua origem e com o seu passado. O PT precisa usar essa circunstância para se superar e se redefinir à esquerda nessa construção social”, ponderou Margarida.

Para o deputado Valmir Prascidelli (PT-SP), nesses 36 anos o PT demostrou que é possível fazer política incluindo trabalhadores. “Chegamos ao governo promovendo avanços e garantindo direitos trabalhistas, sociais e humanos. As políticas públicas adotadas pelos nossos governos incluíram e tiraram milhões da miséria”, enfatizou Prascidelli.

Na avaliação do deputado Ságuas Moraes (PT-MT), o PT foi fundamental para a consolidação da democracia brasileira. Ele lembrou que a legenda surgiu da luta de militantes de diversos segmentos, intelectuais e sindicalistas em busca de espaços no poder para garantir direitos trabalhistas e sociais. “O PT, principalmente no governo, atuou de forma decisiva para assegurar programas como o Bolsa Família, o Mais Médico e o Minha Casa Minha Vida, além de ter garantido a política de valorização do salário mínimo. Só isso já valeu a pena toda a luta, mas o PT fez muito mais e vai continuar fazendo”, garantiu Ságuas.

O deputado Paulo Pimenta (PT-RS) usou as redes sociais para lembrar o aniversário do partido. “Hoje o Partido dos Trabalhadores completa 36 anos de história de lutas por um Brasil mais justo, igualitário e democrático. Esta data é dedicada para todos aqueles que sonham com um País cada vez melhor para todos”, escreveu em sua página no Facebook.

Em sua conta no Twitter, o deputado Sibá Machado (PT-AC) destacou que “são 36 anos de trabalho pela democracia, direitos sociais e soberania do País”.

Em postagem publicada no Facebook, o deputado Angelim (PT-AC) também parabenizou o partido pelo seu 36º aniversário: “Vida longa, PT! Ainda há muito a se fazer por este país”.

Ao parabenizar o partido pela data, o deputado Andres Sanchez (PT-SP) disse que o PT foi o melhor partido que surgiu no Brasil nos últimos 36 anos, apesar dos erros. “E se reconhecermos esses erros, vamos continuar crescendo e avançando”, ressaltou.

O deputado Assis Carvalho (PT-PI) disse que tem orgulho de pertencer a um partido que tem melhorado a vida dos brasileiros: “O PT inovou a forma de se fazer política nesse país. Desde 2003 vem trabalhando pela inclusão social, com ações compensatórias, na melhoria do acesso à educação, como é o caso do ensino técnico e superior, e também ofertando moradia ao povo brasileiro como no caso do Programa Minha Casa Minha Vida. Talvez por isso a elite tenha tanta dificuldade para compreender o nosso partido, mas o PT vai continuar melhorando a vida das pessoas”.

Já a deputada Benedita da Silva (PT-RJ), evocando a sua condição de fundadora do partido, destacou que o PT tem o que comemorar em seu 36º aniversário: “O PT é hoje um partido de importância não apenas nacional, mas mundial. Muitos não acreditavam que fosse chegar aonde chegou. Elegemos um operário, duas vezes, para a presidência da República, que governou aliado aos trabalhadores e ainda a primeira mulher presidenta deste País. Só um partido com essa história e trajetória seria capaz de suportar os ataques dessa direita que sempre nos subestimou. Por isso tenho muito orgulho deste partido”.

“Nos orgulhamos de pertencer a um partido que, apesar dos erros, em muito superado pelos seus acertos, propiciou as maiores conquistas da história ao povo brasileiro” disse o deputado Bohn Gass (PT-RS).

Para o deputado Caetano (PT-BA), o PT transformou o Brasil e se tornou um patrimônio do povo brasileiro. “Por isso essa elite retrógrada, aliada a uma mídia reacionária, tenta destruir o partido. Mas não vão conseguir. Somos fortes, estamos enraizados nos movimentos sociais, vamos vencer as atuais dificuldades e retomar o crescimento do País. Vida longa ao PT!”, disse.

“O PT chega aos seus 36 anos com uma trajetória de realizações que mudaram a história do Brasil. Se hoje somos uma nação forte, com programas sociais consolidados e uma economia consistente é porque o Brasil contou com o empenho e o trabalho do Partido dos Trabalhadores”, disse o deputado Marco Maia (PT-RS).

O deputado Marcon (PT-RS) lembrou que o PT se criou na luta popular, no trabalho das comunidades eclesiais de base, na organização dos trabalhadores. “Veio para fazer mudanças, e os governos de Lula e Dilma fizeram isso. Promoveram mudanças para o povo, melhoraram a vida do brasileiro, permitiram o acesso à educação, ao emprego e ao salário mínimo digno. Viva o PT e o povo brasileiro!”, comemorou Marcon.

“Entrei no partido ainda como estudante secundarista na década de 80 e, de lá pra cá, toda a minha formação política se confunde com a implementação de políticas públicas, que começaram lá em Icapuí (CE), quando fui secretário de Saúde em 1988. O PT, com os governos Lula e Dilma, fez a real diferença com a formulação e a execução dessas políticas, escrevendo uma nova página na história do Brasil”, opinou o deputado Odorico Monteiro (PT-CE).

O deputado Enio Verri (PT-PR) avalia que, ao longo da sua história, o partido acertou muito mais do que errou. “O PT completa 36 anos de muita luta, muita construção, muita presença nas lutas sociais e sindicais. Foram muitos acertos. Eu diria que estamos sendo perseguidos muito mais pelos nossos acertos que pelos nossos erros. Mas o importante é olhar esses 36 anos e perceber que ainda temos muito a fazer. Temos que acreditar no nosso projeto, acreditar no nosso País. Devemos apoiar o Lula sempre, ter fé na Dilma e construir um partido cada vez mais forte”, conclamou Verri, que preside o partido no Paraná.

“Esses 36 anos entram para a história com marcas fundamentais para o Brasil. Nesse período, o partido à frente do governo federal conseguiu reduzir a extrema pobreza, permitiu que milhões de jovens cursassem curso superior e a marca histórica foi o reconhecimento da Organização das Nações Unidas (ONU) que o Brasil saiu do mapa da fome no mundo. Esse grande legado, por mais que a oposição critique, é composto por tarefas bem sucedidas e trabalhadas duramente pelo PT no decorrer da sua trajetória”, argumentou o deputado Chico D’Angelo (PT-RJ).

“O PT marcou a história da política no Brasil e no mundo. Por isso, há uma articulação da direita tentando destruir o grande patrimônio da política que é o PT. O partido representa a esperança de milhões de brasileiros e à frente do governo promoveu mudanças importantes para melhorar a vida dos brasileiros. Parabéns ao PT pelos 36 anos de história e de contribuição para a democracia”, disse o deputado Helder Salomão (PT-ES).

“O PT tem 36 anos de lutas que transformaram a vida de milhões de brasileiros e brasileiras”, sintetizou o deputado João Daniel (PT-SE).

“Graças ao PT o País mudou. Milhões de brasileiros em foram incluídos em políticas públicas, milhões de empregos e oportunidades foram criadas. Esse é o maior legado destes 36 anos de história do PT”, ilustrou o deputado Jorge Solla (PT-BA).

Para o deputado Leonardo Monteiro (PT-MG), o PT tem um saldo bastante positivo nestes 36 anos de lutas. “Apesar das dificuldades enfrentadas o partido já está no terceiro mandato na presidência da República e trouxe resultados importantes para a população brasileira com avanços significativos em várias áreas. O PT governou e governa para todos. E com isso, permitiu a melhoria de vida dos brasileiros, principalmente os mais necessitados”, disse Monteiro.

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Abrace a Vacina: CNS adere à campanha de vacinação promovida por Direitos Já! e Frente pela Vida

O lançamento oficial será na próxima segunda-feira (18/1), às 15h O Direitos Já! Fórum pel…