Home Portal Notícias Lula vai ao Acre participar de encontro sobre cadeias produtivas sustentáveis, informa Sibá

Lula vai ao Acre participar de encontro sobre cadeias produtivas sustentáveis, informa Sibá

5 min read
0

lula 2015O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará no Acre na próxima segunda-feira (30) para participar, junto com o governador Tião Viana (PT) e outros cinco governadores, da inauguração de um complexo de suinocultura no município de Brasileia. O ex-presidente deve participar também do I Encontro de Cadeias Produtivas Sustentáveis do Alto Acre. O anúncio foi feito hoje pelo líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC).

O empreendimento da área de suinocultura está inserido no Programa de Desenvolvimento Sustentável do Acre. De acordo com Sibá, a intenção do governo petista do Acre é transformar o estado, até 2020, “em um dos mais importantes produtores da área de suínos”.

Já o encontro sobre cadeias produtivas s reúne representantes dos setores público, privado e a comunidade. Esse encontro começa no domingo (29) e termina na segunda, em Brasileia, e visa discutir as oportunidades econômicas oferecidas pelo estado em áreas como suinocultura, avicultura, ovinocultura, piscicultura, extração de castanha, látex e óleos, pecuária e agricultura familiar.

Os empreendimentos são alavancados numa experiência única , a Participação Público, Privada e Comunitária — PPC, idealizada por Sibá para garantir à comunidade participação societária nos empreendimentos. Esse modelo é a base, por exemplo, de empreendimento na área de piscicultura recentemente inaugurado pelo governador Tião Viana. Na área, é um dos empreendimentos mais avançados de toda a América do Sul.

A experiência acreana, segundo líder, despertou interesse do presidente da Bolívia, Evo Morales, e do governador do Piauí, Welington Dias (PT). Ambos pretendem replicar a experiência.

No Acre, os projetos têm apoio em um fundo criado com a participação da Caixa Econômica Federal, do estado e do BNDES. Num primeiro momento, levantou-se R$ 100 milhões, mas poderá chegar logo a R$ 300 milhões. “E estamos tentando atrair a participação chinesa e criar um fundo para toda a Amazônia brasileira, a fim de garantirmos investimentos num setor produtivo de ponta”, informou Sibá.

O complexo de suinocultura “Dom Porquito”, na fronteira com a Bolívia, que será inaugurado no dia 30, já funciona experimentalmente e irá gerar de imediato 300 empregos diretos. Envolve produção, comercialização de leitões e cevados, fabricação de ração, abate e processamento, industrialização e comercialização de suínos.

PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Governo ‘não tem proposta para enfrentar cenário de crise’, diz economista

Tânia Bacelar lembra que o crescimento econômico, antes da pandemia, já era baixo. Para a …