Home Portal Notícias Bancada do PT repudia golpismo e pede retirada de acampamentos na proximidade do Congresso Nacional

Bancada do PT repudia golpismo e pede retirada de acampamentos na proximidade do Congresso Nacional

9 min read
0

arsenal df preso

O líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), em nota oficial em nome da Bancada, informou hoje (13) ter solicitado ao Ministério da Justiça que acione a Polícia Federal para investigar a atuação de grupos golpistas acampados nas imediações do Congresso Nacional.

O pedido ocorre em razão da prisão, na quinta-feira, pela Polícia Civil do Distrito Federal, de um manifestante golpista que portava uma arma de fogo e diversas armas brancas escondidas em seu carro, estacionado junto a um acampamento em frente ao Congresso Nacional.

“Respeitamos a liberdade de expressão e de manifestação, princípios que fundaram o nosso Partido e balizam a nossa atuação, mas jamais poderemos nos omitir diante de fatos gravíssimos como o que ocorreu ontem e que podem se repetir na forma de tragédia”, diz a nota.

Sibá informou ter pedido também providências ao Governo do Distrito Federal, para que os órgãos de segurança promovam investigações, dado “o caráter violento e fascista dos agrupamentos golpistas”. O líder considera ‘’extremamente temerária a manutenção dos acampamentos nas proximidades do Congresso Nacional que têm por objetivo destituir a presidenta Dilma Rousseff’’.

O líder do PT, ao mesmo tempo, oficiou ao presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), e ao presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para que façam cumprir a resolução que proíbe acampamentos no gramado à frente da sede do Legislativo. Essa resolução é do dia 7 de agosto de 2001 e foi assinada pelo então presidente da Câmara, Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente (interino) do Senado, Edison Lobão (PMDB-MA).

“Em nome da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, manifesto o meu mais veemente repúdio às movimentações de segmentos refratários à democracia que atentam contra a normalidade constitucional ao tentarem interromper a qualquer custo o mandato da presidenta Dilma Rousseff’”.

Leia a íntegra da nota:

“NOTA DE REPÚDIO

Em nome da Bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, manifesto o meu mais veemente repúdio às movimentações de segmentos refratários à democracia que atentam contra a normalidade constitucional ao tentarem interromper a qualquer custo o mandato da presidenta Dilma Rousseff.

Tomamos conhecimento de fatos ocorridos na noite desta quinta-feira (13) e ficamos estarrecidos com a prisão de um manifestante – pertencente a um dos inúmeros grupos golpistas que estão acampados nas imediações do Congresso Nacional – que portava um pequeno arsenal, incluindo arma de fogo, e tinha a intenção, segundo reportou o site do jornal Folha de São Paulo, de “matar a presidenta Dilma Rousseff e jogar uma bomba no Congresso Nacional”.

Frente a tal episódio, que revela o caráter violento e fascista dos agrupamentos golpistas, consideramos extremamente temerária a manutenção dos acampamentos nas proximidades do Congresso Nacional que têm por objetivo destituir a presidenta Dilma Rousseff.

Resta claro que estes grupos representam uma inconteste ameaça a qualquer pessoa que eventualmente circule nas áreas adjacentes aos acampamentos.

Diante disso, informo que já oficiamos o Ministério da Justiça e o Governo do Distrito Federal para que acionem a Polícia Federal, a Polícia Civil, a Polícia Militar e demais órgãos competentes no sentido de promover investigações sobre os grupos acima mencionados. Ademais, também oficiamos o presidente do Congresso Nacional, senador Renam Calheiros, e o presidente da Câmara, deputado Eduardo Cunha, para que façam cumprir a resolução que proíbe acampamentos no gramado à frente da sede do Legislativo.

Respeitamos a liberdade de expressão e de manifestação, princípios que fundaram o nosso Partido e balizam a nossa atuação, mas jamais poderemos nos omitir diante de fatos gravíssimos como o que ocorreu ontem e que podem se repetir na forma de tragédia.

Brasília, DF, 13 de novembro de 2015

Sibá Machado (PT-AC)
Líder da Bancada na Câmara”

Equipe PT na Câmara

Foto: divulgação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Presidente da CDHM solicita ao ministro da Saúde que garanta tratamento para crianças com doenças degenerativas graves

A Atrofia Muscular Espinhal atinge 8 mil pacientes no Brasil e presidente CDHM recebe denú…