Home Portal Notícias Cartilha vai reforçar ações de combate à violência contra a mulher

Cartilha vai reforçar ações de combate à violência contra a mulher

4 min read
0

BeneditaTribuna Gushta

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) registrou, em pronunciamento no plenário, o lançamento, nesta semana, de pesquisa do Data Senado e da cartilha “Lei Maria da Penha – Perguntas e Respostas” para marcar os nove anos da Lei Maria da Penha. “Nesses nove anos, temos trabalhado permanentemente para que se possa reforçar cada vez mais as ações que respaldam a Lei Maria da Penha”, disse. O evento foi realizado pela Procuradoria Especial da Mulher, a Bancada Feminina do Senado e a Comissão Permanente Mista de Combate à Violência Contra a Mulher.

Benedita da Silva elogiou o lançamento da cartilha. “Considero totalmente positiva essa ação pois nessa cartilha o leitor descobre como surgiu a Lei, o que é violência doméstica e familiar, por que ainda hoje existe esse tipo de violência, o que fazer para mudar a cultura da violência, em que lugar a mulher mais sofre violência, quais são os direitos da mulher, o que são as medidas protetivas de urgência, quais são os tipos de violência determinados pela Lei, o que vai acontecer com o agressor e a confiabilidade da Lei Maria da Penha”, listou.

A parlamentar petista também ressaltou a importância da pesquisa do Data Senado sobre violência familiar e doméstica contra a mulher e que mostra que 100 por cento das brasileiras sabem da existência da Lei Maria da Penha, promulgada em 2006, que tem o objetivo de proteger as mulheres da violência doméstica e familiar. Mas, segundo o estudo, parcela expressiva ainda se sente desrespeitada, e uma em cada cinco mulheres já sofreu algum tipo de violência; dessas mulheres, 26% ainda convivem com o agressor.
“O requinte de crueldade da violência contra a mulher também aumentou de forma assustadora e isso deve acabar. E uma outra terrível informação da pesquisa do Data Senado é que o marido ainda é o principal agressor, e que a violência psicológica aumentou de 38% para 48%”, citou a deputada Benedita da Silva.

Ainda de acordo com ela, a Cartilha está disponível tanto no formato impresso quanto digital. Além de ser encontrada no site do Senado Federal, a deputada Benedita da Silva disponibilizou a cartilha na íntegra em suas redes sociais.

Gizele Benitz

Foto: Gustavo Bezerra
Mais fotos: www.flickr.com/photos/ptnacamara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PIB cai 1,5% e fracasso, enfim, sobe à cabeça de Guedes

Ministro da Economia admite agora que economia brasileira não vinha bem. “A impressão que …