Home Portal Notícias Brasil vai bem, diz presidente mundial do Carrefour

Brasil vai bem, diz presidente mundial do Carrefour

5 min read
0

HelderSalomao LuizMacedo

O presidente mundial do Carrefour, Georges Plassat, afirmou que o Brasil “vai bem”. A declaração deu-se durante apresentação do balanço semestral do grupo. “Não vejo em que a crise atual no Brasil seria um indício muito mais desfavorável do que pudemos constatar na Europa”, comparou o empresário.

Para ele, a crise no Brasil é mais de natureza política. Plassat defendeu mais investimentos em infraestrutura, saúde e educação. “São coisas difíceis, mas isso nos leva a ter esperança em relação ao País. Ainda temos muito a fazer no Brasil”, avaliou.

Para o deputado Helder Salomão (PT-ES), integrante da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio, as declarações de Georges Plassat se somam a muitas outras afirmações de analistas e investidores internacionais de que os fundamentos da economia brasileira são sólidos e têm resistido bem aos efeitos da crise financeira mundial. “As declarações, os números e as ações do grupo Carrefour de continuar investindo no Brasil desmentem o pessimismo da oposição e de economistas de plantão que não estão a serviço do povo brasileiro”, afirmou.

Helder Salomão lembrou que, recentemente, os chineses decidiram investir R$ 50 bilhões no Brasil. E destacou declarações recentes do Fundo Monetário Internacional (FMI) de que a economia brasileira está protegida das turbulências da crise internacional. “As políticas adotadas pelo Governo Dilma são corretas e, ainda que a crise tenha afetado setores da nossa economia, o Brasil, ao contrário de outros países, tem demostrado capacidade de reagir positivamente com política e medidas que geram emprego e renda”, destacou.

América Latina – Segundo Georges Plassat, a América do Sul também “vai bem” e citou que no Brasil as vendas do grupo francês cresceram 12,2% no primeiro semestre deste ano. O balanço mostra ainda que o lucro operacional do Carrefour na América Latina, de 296 milhões de euros, cresceu 20% de janeiro a junho de 2015, na comparação com igual período de 2014 (a taxas de câmbio constantes, o aumento foi de 26,3%).

Atacadão – O ritmo de abertura de lojas Atacadão no Brasil vai continuar acelerado, informou Plassat, que preferiu não dar detalhes sobre o número de novas lojas Atacadão (comércio do grupo que mistura atacado e varejo) no País. Plassat acrescentou que a rede de lojas de bairro também está sendo ampliada no Brasil.

PT na Câmara, com informações do jornal Valor Econômico

Foto: Luiz Macedo

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

CUT e centrais fecham acordo histórico com governo da Venezuela para salvar vidas

País de Maduro fornecerá, por semana, 80 mil m3 de oxigênio a Manaus; centrais farão a cap…