Home Portal Notícias Sibá: “Oposição precisa ouvir Obama para perder complexo de vira-latas”

Sibá: “Oposição precisa ouvir Obama para perder complexo de vira-latas”

7 min read
0
SIBAtribuna salu
 
O líder do PT na Câmara, Sibá Machado (AC), destacou hoje (30)  o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, ao papel do Brasil como potência global, durante entrevista coletiva concedida em Washington junto com a presidenta Dilma Rousseff.  Para o líder, a fala do presidente da maior potência econômica e militar do planeta cala as oposição neoliberal capitaneada pelo PSDB e DEM e por setores da mídia, que veem o Brasil como país periférico e sem importância.
 
“A oposição brasileira precisa ouvir o que Obama falou e perder seu complexo de inferioridade. O PSDB e seus partidos aliados precisam reconhecer que o Brasil, com Lula e Dilma, avançou e se tornou um dos países  mais respeitados do mundo”, disse Sibá.  “O Brasil é um país respeitado, como apontou o presidente dos EUA, e precisaria ser visto assim por nossa oposição, que se comporta como aves de mau agouro”, completou o líder.
 
Ele lembrou que a observação de Obama foi feita a propósito de comentário de jornalista da GloboNews , na entrevista, de que o Brasil se veria como potência global, ante a visão dos EUA de que seria apenas um ator regional. “Nossos jornalistas precisariam se informar melhor sobre o papel do Brasil no cenário mundial”, recomendou  Sibá.
 
O líder do PT observou que o governo Dilma tem promovidos ajustes na economia como forma de fortalecer o País da turbulência da economia global. “Temos todas as condições de nos blindarmos contra a crise, nosso mercado interno é  enorme e pode se expandir, os investimentos externos continuam , não há porque manter-se o pessimismo espalhado pela oposição e por parte da mídia’’, disse.  “É graças às nossas potencialidades que o mundo olha para o Brasil e aqui quer investir”.
 
Deputados da bancada do PT usaram a tribuna da Câmara para comemorar o êxito da visita de Dilma aos EUA, para inaugurar  um novo momento no relacionamento bilateral.
 
“A visita produtiva e exitosa da presidente Dilma aos EUA abriu novos caminhos para os investimentos em infraestrutura, ciência e tecnologia , e proporcionou uma abertura importante do mercado americano para a carne brasileira”, disse o Fernando Marroni (PT-RS). Ele se referiu ao acordo entre os dois países quanto  à liberação da entrada da carne in natura do Brasil nos EUA. 
 
Marroni destacou também os compromissos firmados em relação à mudança do clima .  Lembrou que os dois países – os maiores produtores de alimento do mundo —  têm grande responsabilidade sobre a Conferência do Clima, a ser realizada em Paris, em agosto. 
 
O deputado Leonardo Monteiro (PT-MG) acrescentou que a viagem de Dilma  aos EUA estabelece novas relações  comerciais e políticas e possibilita a cooperação em tema complexo como o das mudanças climáticas, incluindo, da parte brasileira, o compromisso de reduzir o desmatamento no País. 
 
Para Padre João (PT-MG), a presidenta brasileira está cumprindo um importante protagonismo internacional, dando sequência a outras iniciativas diplomáticas, como a aproximação com a China, a cooperação com os outros integrantes do BRICS e a integração econômica e comercial com a América Latina e Caribe. 
 
Equipe PT na Câmara 
Foto: Salu Parente
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Pedido de impeachment de Bolsonaro com apoio de mil organizações populares e personalidades é protocolado na Câmara

Representantes de entidades da sociedade civil, movimentos sociais do campo e da cidade, c…