Home Portal Notícias Congresso do PT fortalece partido para superar desafios e continuar projeto de desenvolvimento do País

Congresso do PT fortalece partido para superar desafios e continuar projeto de desenvolvimento do País

8 min read
0

estrela pt

O Partido dos Trabalhadores está vivo, unido e forte, pronto para enfrentar os desafios e dar continuidade ao processo de desenvolvimento do Brasil com base nas políticas sociais e na geração de emprego e renda, que veem sendo adotadas desde o primeiro governo Lula, em 2003. A conclusão é dos dirigentes partidários, da presidenta Dilma Rousseff, dos parlamentares e da militância petista, que participaram na semana passada, em Salvador, da última etapa do 5º Congresso do PT.

O ex-presidente Lula convidou a militância a refletir sobre a campanha “ardilosa” de setores da mídia que tentam destruir o PT nos últimos 10 anos. “Estamos aqui para mostrar que o PT está vivo e preparado para novos debates. Estamos de cabeça erguida, na perspectiva de construir um País muito melhor. O PT continuará vivo, enquanto os trabalhadores desse País continuarem sonhando com uma vida melhor. Por isso, temos a obrigação de olhar para o futuro, de continuar semeando a esperança”, disse.

De acordo com Lula, “uma revista de circulação nacional”, em junho de 2005 decretou a “morte” do PT.  Ele lembrou que ações como essa são recorrentes, mas isso não impediu que a sociedade brasileira o reelegesse, em 2006, elegesse Dilma em 2010 e a reconduzisse ao cargo máximo do País em 2014.  Para ele, esse setor da sociedade custa a compreender que a força do partido vem do “profundo enraizamento” do PT com a  sociedade brasileira.

Militância – Após o Congresso, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, avaliou que a militância do PT foi a “grande vitoriosa” do evento, uma vez que pode debater, externar as ideias e, como sempre, prevaleceu a vontade da maioria.

Rui Falcão explicou que foram apresentadas dezenas de emendas à resolução da segunda etapa do 5º Congresso Nacional do PT e que algumas dessas emendas foram flexibilizadas, como as que falavam sobre a política econômica. Também houve a manutenção do Processo de Eleição Direta Extraordinário (PED) e o Diretório Nacional terá 90 dias para realizar seminário para debater a reformulação do processo.

Rui Falcão informou que a decisão anterior sobre o financiamento empresarial de campanhas foi mantida, de não receber recursos, mas será submetida novamente ao Diretório Nacional.

A Carta de Salvador, o texto guia do 5º Congresso, também manteve o imposto sobre grandes fortunas e sobre grandes heranças.

Dilma – Em discurso a presidente Dilma reafirmou que “não mudamos de lado e não alteramos o compromisso que temos com o Brasil”. Ela pediu aos militantes para não se abaterem diante da radicalização e da intolerância de alguns setores da sociedade. “Não se submetam àqueles que torcem pelo fracasso do Brasil”, acrescentou.

Dilma também anunciou uma série de medidas que o governo adotará até o final do ano para preservar conquistas e consolidar avanços. Entre elas, a edição do Plano Safra da Agricultura Familiar, do Minha Casa, Minha Vida 3 e o novo plano de concessões. Ela destacou ainda a importância do PT no seu governo: “É nos momentos mais difíceis que percebemos com quem podemos contar. O governo não pode prescindir do apoio do PT”, disse.

Guimarães – Para o líder do Governo na Câmara e vice-presidente do PT, deputado José Guimarães (PT-CE), o recado foi dado: “O PT está vivo e forte para enfrentar os desafios do momento”. “A partir de agora vamos mobilizar a militância, os movimentos sociais, requalificar a base aliada do governo e construir uma agenda positiva para o PT e para o governo”, frisou Guimarães. 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Lactantes pela Vacina: duas vidas salvas

Por Alexandre Padilha   No início do mês de maio soube pelas redes sociais do movimen…