Home Portal Notícias Parlamentares vão ao Supremo contra doação empresarial de campanha

Parlamentares vão ao Supremo contra doação empresarial de campanha

2 min read
0

Molon

Uma comitiva de deputados do PT e de outros cinco partidos foi ao Supremo Tribunal Federal, na tarde desta quarta-feira (10), para conversar com a ministra Rosa Weber. Ela é relatora do Mandado de Segurança 33630, que pede a anulação de parte do texto da PEC 182/2007, da Reforma Política, que trata das doações empresariais de campanha.

Os deputados denunciaram uma manobra do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que viabilizou a aprovação de doações de empresas para partidos políticos no último dia 28 de maio, um dia após o plenário da Casa ter rejeitado a proposta.

Segundo o deputado Alessandro Molon (PT-RJ), um dos signatários do mandado de segurança, esta votação, revertendo um resultado da noite para o dia, violou frontalmente a Constituição.

“A constituição brasileira proíbe que uma matéria rejeitada em uma PEC seja apreciada no mesmo ano. E foi isso que exatamente o presidente da Câmara, desrespeitando a Constituição Federal, fez. Por isso, nós pedimos a liminar à ministra Rosa Weber”, disse Molon após o encontro.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS), que há anos luta por uma reforma política que acabe com as doações empresariais lembrou à ministra que os parlamentares ali presentes representavam os interesses da sociedade civil organizada.

Assessoria Parlamentar

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Zé Neto apresenta projeto que garante computador para estudantes pobres de escolas públicas durante a pandemia

O deputado Zé Neto (PT-BA) apresentou um projeto de lei na Câmara (PL 3.699/20), com a coa…