Home Portal Notícias Câmara eleva para 75 anos aposentadoria compulsória em tribunais superiores

Câmara eleva para 75 anos aposentadoria compulsória em tribunais superiores

2 min read
0

paulo teixeira 04 02 15

Com o voto contrário da Bancada do PT, o plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira (5), em segundo turno, a proposta de emenda à Constituição (PEC 457/05) do Senado que aumenta de 70 para 75 anos a idade da aposentadoria compulsória para ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), do Tribunal de Contas da União (TCU) e dos demais tribunais superiores. A matéria segue para promulgação.

O deputado Alessandro Molon (PT-RJ), vice-líder do PT, criticou a aprovação e classificou como “casuísmo”. “Todo o Ministério Público é contra esta PEC, que contraria a Constituição. Essa proposta vai impedir a oxigenação na magistratura do nosso País”, afirmou Molon.

O deputado Henrique Fontana (PT-RS) também criticou a PEC. “O que está em debate não é sobre aproveitar mais ou menos a capacidade intelectual de juízes. E sim, o acúmulo de poder. Essa proposta vai impedir a renovação em todos os tribunais superiores do país”.

Para o deputado Paulo Teixeira (PT-SP), com a aprovação da PEC o País está caminhando “na contramão do mundo, pois deveria diminuir o tempo de permanência dos ministros dos tribunais superiores, como já fazem os países desenvolvidos”.

Gizele Benitz

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

João Daniel denuncia que regularização fundiária proposta por Bolsonaro acentua injustiça agrária

A preocupação com a medida provisória (MP 910/19), editada esta semana pelo governo federa…