Home Portal Notícias Assis do Couto comemora aprovação de medida que contempla caminhoneiros

Assis do Couto comemora aprovação de medida que contempla caminhoneiros

3 min read
0

assisdocouto

Foi aprovada na Câmara dos Deputados a Medida Provisória (MP 661), que trata, entre outros pontos, da renegociação de dívidas de caminhoneiros e concessão de crédito ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). O deputado Assis do Couto (PT-PR) acompanhou de perto todo o movimento dos caminhoneiros em busca de solução para a categoria. Participou de várias reuniões e inclusive é autor do Projeto de Lei 528/2015, que cria a Política de Preços Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas.

Tanto a renegociação das dívidas quanto a regulação do preço mínimo do transporte de cargas no Brasil são itens que compõem uma pauta dos caminhoneiros, apresentada em Brasília pela categoria no último mês. Com o comprometimento do governo em atender os itens da pauta, os caminhoneiros desbloquearam rodovias em vários pontos do País.

“É importante que o governo federal mostre que está tomando atitudes para atender as reivindicações. Isso diminui a possibilidades de novos bloqueios, que prejudicaram várias regiões do País, em especial a região de onde eu venho, o Sudoeste do Paraná”, disse o deputado.

A medida provisória concede crédito no valor de R$ 30 bilhões ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para refinanciar contratos de financiamento, realizados até dezembro de 2014, que foram utilizados para aquisição de caminhões, chassis, caminhões-tratores, carretas, cavalos-mecânicos, carrocerias para caminhões novos e usados, entre outros. O prazo para formalização das operações de refinanciamento encerra dia 31 de dezembro de 2015.

A medida provisória segue agora para apreciação pelo Senado Federal e, depois, para sanção pela presidente Dilma Rousseff.

Assessoria Parlamentar

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Contrariando Bolsonaro, ministro da Saúde nega guerra química e recomenda isolamento

Ministro Marcelo Queiroga evita entrar em conflito com Bolsonaro na questão da cloroquina,…