Home Portal Notícias Parlamentares vão ao STF para debater ação que tenta barrar “abuso” de tucano no PR

Parlamentares vão ao STF para debater ação que tenta barrar “abuso” de tucano no PR

3 min read
0
enioverri
Foto: Gustavo Bezerra
 
Os deputados federais  Enio Verri (PT-PR), Zeca Dirceu (PT-PR), ao lado dos senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Roberto Requião (PMDB-PR) e dos deputados estaduais do Paraná, Aliel Machado (PC do B) e Nereu Moura (PT), estiveram no Supremo Tribunal Federal (STF) para encontro com o ministro Marco Aurélio de Mello, relator da Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) nº 5282/PR.
 
Interpelada pelo Partido dos Trabalhadores (PT) e pelo Partido Comunista do Brasil (PC do B), a Adin pede a inconstitucionalidade da lei que reajusta em 40% o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores no Paraná (IPVA), devido ao fato de que o governo Richa alterou o fato gerador do imposto, de 1 de janeiro para 1 de abril.
 
“O reajuste abusivo do IPVA é mais um mecanismo para o governador tucano Beto Richa tentar tirar o Paraná do buraco que ele próprio colocou. Infelizmente, se dá através de uma medida inconstitucional e que afeta o bolso dos paranaenses”, criticou o deputado Enio Verri.
 
A crise financeira vivenciada pelo Paraná, de acordo com o deputado, demanda medidas duras, mas que tenham “bom senso e respeito aos paraenses”. Além do IPVA, o Governo Richa aumentou o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) de 95 mil itens de consumo popular.
 
A expectativa dos parlamentares é de que a Ação Direta de Inconstitucionalidade nº 5282/PR seja apreciada em breve.
   
Assessoria Parlamentar
 
Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT na Câmara aciona PGR, TCU e CVM para investigar operação suspeita com ações da Petrobras

A Bancada do PT na Câmara protocolou hoje (3) ações na Procuradoria-Geral da República, no…