Home Portal Notícias Comissão instala colegiado para acompanhar desdobramentos de caso SwissLeaks

Comissão instala colegiado para acompanhar desdobramentos de caso SwissLeaks

5 min read
0

toninho

Foto: Gustavo Lima – Câmara dos Deputados

Por iniciativa do deputado Toninho Wandscheer (PT-PR), a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara, presidida pelo deputado Vicente Cândido (PT-SP), instalou nesta quarta-feira (18) a subcomissão especial que acompanhará os desdobramentos das denúncias de existência de contas secretas de brasileiros no banco HSBC suíço. O objetivo do colegiado é propor legislação que possibilite a recuperação de ativos originários e produtos de crimes, encontrados no exterior, de forma eficiente e célere.

“Vamos colaborar de uma forma efetiva na busca de informações que permitam saber quem tem dinheiro lá fora, que caminhos esse dinheiro percorreu para sair do País e qual a origem desses valores. Isso porque pode ser dinheiro de propina, pode ser dinheiro do tráfico de drogas, de roubo, de todas as contravenções possíveis”, afirmou Toninho.

O deputado também falou que a subcomissão se empenhará em desvendar os mecanismos utilizados pelo HSBC para esconder em contas secretas dinheiro de fontes questionáveis. “O banco também cometeu crime. Então, é preciso achar uma forma de punir o banco. Temos que ter isso como uma meta: provar que o banco também foi conivente com tudo o que aconteceu”, completou.

O escândalo do HSBC, conhecido como “SwissLeaks”, veio a conhecimento público a partir da divulgação de documentos colhidos pelo Consórcio Internacional de Jornalismo Investigativo – rede formada por 45 veículos de comunicação do mundo inteiro, com 154 jornalistas espalhado por vários países. As informações revelaram que existem mais de 8.667 brasileiros com um total de 6.606 contas, que guardavam quantias próximas a US$ 7 bilhões – quase 20 bilhões de reais.

A lista em todo mundo inclui de traficantes de drogas a presidentes de países ou pessoas ligadas a eles, passando por grandes investidores mundiais, famosos da música e do esporte. Entre os brasileiros, aparecem na lista donos, diretores e herdeiros de veículos de comunicação, além de jornalistas.

Segundo matéria publicada pela imprensa, constam nomes de proprietários do Grupo Folha, como Octavio Frias de Oliveira e Carlos Caldeira Filho já falecidos. Luiz Frias, atual presidente da Folha e do UOL, aparece como beneficiário da mesma conta. A família Saad, dona da Rede Bandeirantes, também tinha contas no HSBC. Outro nome que aparece na lista obtida pelo jornal é de Lily de Carvalho, viúva de dois jornalistas e donos de jornais, Horácio de Carvalho, ex-proprietário do Diário Carioca, e Roberto Marinho, dono das Organizações Globo.

PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Zé Neto apresenta projeto que garante computador para estudantes pobres de escolas públicas durante a pandemia

O deputado Zé Neto (PT-BA) apresentou um projeto de lei na Câmara (PL 3.699/20), com a coa…